O que é a Criolipólise?

A Criolipólise da GiOlaser é um tratamento estético não invasivo, de apenas uma sessão, que usa baixas temperaturas para eliminar gordura localizada sem danificar a pele e outros tecidos. Um aparelho específico congela, de maneira segura e controlada, as células de gordura a temperaturas negativas até que sejam destruídas, metabolizadas e eliminadas naturalmente pelo corpo.

Indicações da Criolipólise

Como a Criolipólise não é um procedimento para sobrepeso ou obesidade, pessoas que tenham gordura localizada em algumas regiões corporais, o famoso pneuzinho, mas estejam no peso ideal, podem optar pela técnica que também reduz medidas.

Resultados da Criolipólise

A partir do décimo dia após a sessão de Criolipólise, a quebra de gordura já pode ser visível, mas o efeito máximo acontece de dois a três meses após a sessão. O resultado demora a aparecer porque o organismo percebe que aquela gordura não deve ficar mais ali e começa a remover aquelas células que não servem mais através da urina e das fezes somente depois de 30 dias.

De acordo com estudos científicos, uma única sessão é capaz de reduzir de 20% a 25% da gordura localizada na região tratada. Porém, caso a gordura removida na primeira sessão não tenha sido suficiente, uma segunda sessão no mesmo local pode ser feita cerca de dois meses após a primeira.

Como a Criolipólise é feita?

Com a possibilidade de ser adaptado para diferentes áreas do corpo, o aparelho da Criolipólise é colocado sobre uma capa anticongelante na superfície da pele para realizar a sucção da gordura localizada. Ao mesmo tempo, o processo de resfriamento controlado acontece a uma temperatura aproximada de -5°C a -10°C. Em contato com a baixa temperatura, as células de gordura se rompem totalmente sem causar qualquer dano a nervos, músculos e outras estruturas. De forma natural, o corpo entende que a gordura já não faz mais parte do organismo e a expele.

Contraindicações da Criolipólise

Nem todo mundo pode fazer a Criolipólise, então, é necessário passar por uma avaliação detalhada antes. O tratamento é contraindicado para quem passou por cirurgia recentemente, gestantes, pessoas com hérnias no local da aplicação, sensibilidade ao frio e infecções na pele.

Se você pretende emagrecer, vale ressaltar que o método combate a gordura localizada e não o excesso de peso, pois não atinge a gordura de todas as áreas do corpo ou depositada entre os órgãos.

Você se interessou pela Criolipólise da GiOlaser? Aproveite para já agendar sua avaliação gratuita clicando aqui ao lado!

Dúvidas Frequentes

Em quais partes do corpo a Criolipólise pode ser realizada?

Inicialmente, a técnica surgiu para eliminar a gordura da área do tronco, do abdômen, dos flancos e a área do dorso. Com o avanço das técnicas e das ponteiras do aparelho, é possível trabalhar outras áreas, como os membros superiores e inferiores, e áreas menores, como a papada, o joelho e a “gordurinha do sutiã”.

A Criolipólise dói?

Quando a ponteira do aparelho é acoplada à gordura localizada, o paciente pode sentir certo desconforto, mas ele dura poucos minutos. Em relação à temperatura negativa, o procedimento é muito tolerável.

O que fazer para melhorar o efeito da Criolipólise?

Nada. O paciente já sai do consultório com as células de gordura prestes a morrer. O recomendado é manter o peso até a revisão final para obter um melhor resultado.

Qual o diferencial da Criolipólise em relação aos outros tratamentos de redução de gordura localizada?

Ao invés de fazer 10, 15 ou 20 sessões de tratamento para gordura com o uso de outros equipamentos, a Criolipólise gera resultados com apenas uma sessão.