Banner

Elas já foram febre entre famosos e todo mundo tem, pelo menos, uma amiga que perdeu um bom peso depois de uma delas. As dietas com poucos carboidratos – ou low carb – podem, sim, trazer resultados rápidos e proporcionar um emagrecimento saudável.

Mas, para isso, elas precisam ser feitas da maneira correta. Quer saber mais sobre o funcionamento e os benefícios de uma dieta low carb? Então vem com a gente!

O que é uma dieta low carb?

Em primeiro lugar, é importante entender que uma dieta low carb determina uma redução na ingestão de carboidratos, não a eliminação desse nutriente por completo. Se, no dia a dia, eles devem corresponder de 50% a 55% do que nós comemos, numa dieta desse tipo essa taxa pode cair para até 20%. Abaixo disso, o emagrecimento não é saudável!

Para compensar a falta de carboidratos, esse tipo de dieta propõe ainda o aumento do consumo de proteínas, na forma de carnes, ovos, leite e seus derivados, entre outros. Além, é claro, de manter uma alimentação rica em frutas, verduras e legumes e de evitar produtos industrializados.

Como funciona?

Ao serem ingeridos, os carboidratos fornecem às nossas células glicose para ser transformada em energia. Se houver excesso de glicose, ela se transformará em gordura e será acumulada pelo corpo. O responsável por queimar essa gordura que sobrou é um hormônio chamado glucagon. 

Quando consumimos muitos carboidratos com alto índice glicêmico (como a batata-inglesa, pães e massas à base de farinha branca, por exemplo), ocorrem muitos picos de insulina, o que inibe a ação do glucagon – e  dessa forma não tem como você perder peso. 

Já uma dieta low carb propõe o consumo de carboidratos com baixo índice glicêmico, como a batata-doce e o arroz integral. Isso permite que o glucagon aja no organismo, promovendo a queima de gordura acumulada e, aí sim, você pode dar adeus para aqueles quilinhos a mais.

Quais são os melhores alimentos?

As verduras e legumes são importantes aliados em uma dieta low carb. Mas fique atento, pois alguns deles, como a abóbora e a batata-doce, apesar de terem baixo índice glicêmico, têm bastante carboidrato na sua composição. Brócolis, couve-flor, pimentão, berinjela, além das folhas verdes em geral, são alguns exemplos que podem ser consumidos à vontade.

Em relação às frutas também é recomendado evitar as que têm mais carboidrato. Abacate, morango, pêssego, melão e coco são algumas opções low carb.

No grupo das proteínas, as aves sem pele e os peixes, o queijo branco e o leite desnatado estão entre as melhores escolhas. Carne vermelha também é permitida, mas a preferência deve ser por cortes mais magros, como o patinho e o filé mignon.

Depois de ler tudo isso, fica mais claro que não é tão difícil seguir uma dieta low carb, não é? E os benefícios vão além da perda de peso. Ela pode ajudar a prevenir a diabetes, a manter o nível de colesterol bom no sangue e é um excelente começo para quem busca uma reeducação alimentar, pois tende a diminuir a vontade de comer doces e alimentos processados.

É importante ressaltar, porém, que pessoas com problemas renais, cardíacos ou hepáticos não devem aderir a essa prática. E nunca é demais lembrar que todo tipo de alteração na dieta deve ser acompanhado por um profissional. Então procure um nutricionista antes de começar!

E você? Já experimentou uma dieta low carb? Ou nunca tentou e ficou animado com o nosso post? Deixe seu comentário abaixo!


Dicas da GiO

Tipos de tratamento

Teste
Tratamentos Faciais

Indicados para prevenir ou combater consequências do envelhecimento cutâneo como, por exemplo, flacidez, rugas, linhas de expressão e mais...

Teste
Depilação a Laser

Acabe com os pelos indesejáveis pelo corpo inteiro. Mesmo os pelos mais grossos e rebeldes podem ser removidos em apenas algumas sessões.

Teste
Tratamentos Corporais

Não podemos nos esquecer de cuidar da nossa maior e mais importante ferramenta para cumprir as atividades do dia a dia: o nosso corpo.