5 set 2018

Conheça os 7 principais tipos de peeling disponíveis no mercado

673      0

Quem não sonha em ter uma pele lisinha e jovial, livre de imperfeições, acne, manchas e cicatrizes? Isso sem falar nas temidas estrias e rugas! Um dos tratamentos mais procurados para isso tudo é o peeling. Ao remover células mortas da pele, ele pode suavizar manchas e linhas de expressão, dando uma aparência mais jovem. […]

Quem não sonha em ter uma pele lisinha e jovial, livre de imperfeições, acne, manchas e cicatrizes? Isso sem falar nas temidas estrias e rugas! Um dos tratamentos mais procurados para isso tudo é o peeling. Ao remover células mortas da pele, ele pode suavizar manchas e linhas de expressão, dando uma aparência mais jovem.

Mas existem diversos tipos de peeling, que variam de acordo com o material utilizado e a profundidade do procedimento na pele – e o tipo ideal vai depender de cada caso. Neste post vamos falar sobre os 7 principais deles. Acompanhe!

1. Peeling de cristal

Com o auxílio de cristais de óxido de alumínio com propriedades coagulantes, ele é indicado para tratar cicatrizes, estrias e flacidez. Pode ser feito no rosto, pernas, coxas, costas, braços e mãos, tornando a pele mais brilhosa, sedosa e com aparência saudável.

O peeling de cristal pode ser superficial ou profundo, dependendo da necessidade, e seus resultados são graduais.

2. Peeling ultrassônico

Essa modalidade une a aplicação de uma corrente ultrassônica com técnicas de esfoliação, hidratação, nutrição e tonificação. Assim, ele limpa a pele profundamente, eliminando células mortas e estimulando a renovação do tecido, bem como a produção de elastina e colágeno.

Esse é indicado para peles com áreas hiperqueratinizadas (mais espessas) e seborreicas, mas também para o tratamento de acne, manchas e para revitalizar a pele de uma maneira geral, como os outros tipos de peeling. Diferentemente dos demais, ele não deixa a pele vermelha nem descamada, além de ser um procedimento indolor.

3. Peeling de diamante

Ideal para peles mais espessas, o peeling de diamante consiste em um procedimento de microesfoliação, que remove a camada externa da pele, estimulando a renovação do tecido. É comum a região ficar avermelhada após o procedimento e descamar durante alguns dias.

Usado para combater a oleosidade e tratar a acne e suas pequenas cicatrizes, além de sardas, manchas e estrias, ele também proporciona um aspecto mais jovem e pode reduzir pequenas rugas e poros dilatados. Tais resultados podem ser vistos a partir da terceira sessão.

4. Peeling de porcelana

Já ouviu dizer que a pele de alguém está lisinha e brilhosa como uma porcelana? Pois é daí que vem o nome desse tipo de peeling. O efeito dele é imediato: você sai da sessão com o rosto liso e com uma luminosidade de dar inveja.

Realizado sem a ajuda de equipamentos, ele combina vitamina C com ácido hialurônico, para melhorar a elasticidade da pele, clareá-la e preencher linhas. Por usar baixo teor de ácido, não é muito agressivo e não descama, sendo indicado para peles secas, opacas e com aparência de cansaço.

5. Peeling químico

Os peelings químicos utilizam ácidos para promover a esfoliação e renovação da pele. A profundidade do tratamento pode variar de superficial a profunda, de acordo com a necessidade. É usado para tratar desde manchas, marcas de acne e rugas leves até a pele danificada pelo sol e outras cicatrizes.

Durante o tratamento, a pele fica sensível e avermelhada, podendo descamar. Por isso, é recomendado usar um bom creme hidratante com filtro solar, além de evitar exposição ao sol por até 10 dias depois do procedimento.

6. Peeling criogênico

E se você pudesse congelar o seu envelhecimento? É mais ou menos isso que propõe o peeling criogênico, que preenche rugas por meio de um tratamento a frio.

Indicado para peles envelhecidas e com marcas de expressão, esse tipo de peeling é feito por meio de um procedimento indolor e funciona com o aumento da oxigenação da pele e a longevidade das células.

7. Peeling neosensitive

Recomendado para peles sensíveis, com rosáceas, dermatites e sensibilidade a cosméticos, ele utiliza uma combinação de produtos que bloqueiam os efeitos do estresse psicológico causador de reações inflamatórias e de outros danos à pele. Assim, além de dar uma aparência mais jovem, ele ainda torna a pele menos sensível.

Você imaginava que houvesse tantos tipos de peeling? Conforme você viu, cada tipo tem uma indicação e suas especificidades, então é fundamental passar pela avaliação de um profissional, que poderá dizer qual é o tratamento mais indicado.

Se você gostou do post, deixe seu comentário. Vamos adorar ouvir o que você tem a dizer!

 

Agende sua avaliação