Banner

Os cravos no rosto costumam surgir na adolescência, mas não se restringem a essa fase da vida. Eles formam pontinhos pretos na pele e incomodam por causarem um aspecto não muito agradável esteticamente.

Exatamente por isso, é comum que as pessoas tenham o costume de tentar removê-los, e a técnica utilizada para isso é a mais simples possível: pressionando e “espremendo” a pele. No entanto, essa prática é bastante perigosa, já que, além da possibilidade de o cravo não ser removido por completo, ela pode ocasionar inflamações, feridas e manchas. Nesse caso, o problema será ainda maior.

Se você é uma dessas pessoas, continue a leitura deste post para entender melhor o assunto e descubra como eliminar os cravos no rosto sem machucar e manchar a pele.

O que são os cravos e como eles surgem?

A partir da adolescência, o corpo passa a sofrer a influência de hormônios que fazem com que a pele produza mais oleosidade para evitar o próprio ressecamento. Com isso, os poros — que são pequenos pontos na epiderme por onde é eliminada a secreção sebácea — ficam obstruídos, fazendo com que a gordura se acumule.

A gordura concentrada entra em contato com o ar e sofre oxidação. Esse processo gera um ponto profundo e com aspecto escuro na pele,  que é exatamente o cravo.

Sendo assim, os cravos no rosto surgem a partir do acúmulo de impurezas, que podem decorrer da poluição do ar ou até mesmo da maquiagem, na camada mais superficial da pele.

Portanto, além da questão hormonal, a falta de uma limpeza constante do rosto também pode ser uma das causas para o surgimento dos pontinhos pretos, que se concentram principalmente no nariz e no queixo.

O resultado disso é uma pele com aspecto desagradável e textura irregular, já que o problema fica evidenciado pelos pequenos círculos escuros. Além disso, a permanência dos cravos por muito tempo na pele é capaz de provocar infecções nas áreas em que eles se encontram, ou seja, mais do que a questão estética, trata-se de uma preocupação com a saúde também.

Como eliminar os cravos do rosto corretamente?

Para que os cravos não sejam a origem de um problema ainda maior, a sua retirada deve ser feita da maneira correta, evitando lesões e manchas difíceis de serem removidas posteriormente. Saiba, então, como fazer isso da melhor forma, além de dicas que são essenciais para manter sua pele saudável.

Esfolie o rosto

O excesso de impurezas na pele faz com que as células mortas se acumulem na sua camada mais superficial. Assim, é importante retirá-las constantemente para que os poros não fiquem obstruídos e, em função disso, produzam ainda mais sebo, facilitando o surgimento dos cravos.

A esfoliação, que ocorre basicamente a partir do leve atrito de pequenas partículas com a pele, ajuda bastante nessa remoção das células mortas e resíduos que ficam no rosto.

Para fazê-la, você pode utilizar um esfoliante suave, que é um cosmético específica para esse fim.

Confira algumas dicas para fazer uma boa esfoliação:

  • primeiramente, será necessário limpar a pele e secá-la com uma toalha, dando pequenos toques com o pano sobre o rosto;
  • depois, aplique uma compressa úmida quente por cerca de 10 minutos, para suavizar os cravos e abrir os poros, facilitando a remoção dos pontos pretos;
  • em seguida, aplique o produto sobre o rosto, fazendo movimentos circulares e leves sobre a superfície da pele. Faça isso na testa, no nariz, no queixo, nas maçãs do rosto e nas bochechas, pois a oleosidade costuma se concentrar nessas regiões;
  • utilize água fria para retirar o produto e fazer com que os poros se fechem. Assim, você terá uma pele sem impurezas, além de muito macia e suave.

Ainda, vale destacar que a esfoliação do rosto estimula a produção de novas células, auxilia nos resultados de outros tratamentos estéticos  como os utilizados para acne — e favorece a circulação sanguínea da região.

Faça uma vaporização

O vapor é bastante eficiente no processo de abertura dos poros e suavização dos cravos. Portanto, se escolher retirar os cravos por conta própria, antes de fazê-lo, tenha o cuidado de vaporizar a região.

Abaixo, veja como fazer esse procedimento na sua pele de forma eficiente:

  • aqueça um pouco de água em um recipiente;
  • aproxime o rosto do líquido — com cuidado para não se queimar — e permaneça nessa posição por cerca de 5 minutos;
  • depois, envolva os dedos em um algodão ou em um papel-toalha, para evitar o contato das mãos (principalmente das unhas) com o local em que os cravos estão concentrados e, assim, prevenir inflamações;
  • pressione a região em torno do pontinho preto com cuidado, até que a impureza seja retirada. Lembre-se de trocar o algodão ou o papel conforme for avançando para outras partes do rosto;
  • finalize com uma limpeza profunda da pele.

A vaporização é um método que auxilia a hidratar as camadas mais superficiais da pele. Com isso, colabora para que o rosto fique com a aparência mais uniforme e com um aspecto mais saudável.

Mantenha o rosto hidratado

A produção sebácea em excesso pode ser ocasionada por vários fatores, e um deles é o ressecamento da pele. Por isso, manter o rosto hidratado é essencial para evitar o aparecimento de cravos.

Abaixo, veja algumas ocasiões nas quais a hidratação não pode ficar de fora para que sua pele se mantenha saudável:

  • a hidratação pode ser feita depois da remoção dos cravos, com a pulverização de água termal, por exemplo;
  • depois do banho é importante usar hidratantes faciais, devido ao ressecamento ocasionado pela água quente;
  • o uso de hidratantes, máscaras e águas termais complementa a limpeza de pele. Também é pertinente hidratar a rosto após métodos como a esfoliação e a remoção de maquiagem;
  • procure hidratar o rosto com produtos que sejam indicados para o seu tipo de pele. A utilização de cosméticos inadequados pode aumentar a oleosidade e ocasionar mais cravos.

Sempre é bom ressaltar que a hidratação é fundamental para manter a pele saudável, seja a do corpo ou a do rosto. O uso de loções que auxiliam nesse processo também colabora para o aumento de colágeno e para a aparência mais jovial.

Remova sempre a maquiagem

Se você chegou em casa e ficou com preguiça de remover a maquiagem, saiba que essa tarefa é muito importante para evitar o surgimento de cravos. De nada adianta investir em tratamentos e métodos se alguns cuidados com a sua pele não forem tomados no dia a dia.

maquiagem forma resíduos que acabam obstruindo os poros da pele, ocasionando o acúmulo de gordura, a principal causa dos indesejados cravos.

Acompanhe abaixo algumas dicas para retirar a maquiagem corretamente:

  • como primeiro passo, é recomendado retirar o excesso da maquiagem. Use lenços umedecidos para limpar o rosto previamente;
  • depois disso, aplique demaquilantes para remover a maquiagem. O produto é específico para isso, evita que a pele fique irritada e pode ser encontrado em diversas texturas, como gel e cosméticos à base de água;
  • após, lave o rosto com sabonete específico para o seu tipo de pele. Fazer movimentos circulares auxilia na limpeza;
  • não se esqueça de hidratar a pele para finalizar a remoção da maquiagem.

Fique atento(a)! A maquiagem acumulada, além de estimular o surgimento de cravos, também pode colaborar para o aparecimento de quadros de inflamação na pele, como dermatites e acnes.

Faça uma limpeza de pele profissional

Embora as orientações acima sejam bastante práticas para o cotidiano, uma limpeza do rosto feita com um profissional é mais eficiente, já que é realizada com produtos próprios para o fim desejado.

Além disso, o profissional responsável por fazer a limpeza tem conhecimentos técnicos sobre o assunto e sabe a melhor forma de tratar a sua cútis como ela necessita e merece, de maneira segura.

Para garantir resultados mais efetivos e satisfatórios, procure fazer algum procedimento dessa natureza periodicamente. São várias opções disponíveis no mercado, e elas são oferecidas por clínicas especializadas no assunto.

Dependendo do tipo de tratamento feito, podem ser utilizados aparelhos avançados, como o ultrassom — no caso da limpeza de pele ultrassônica. Ainda há o peeling de cristal, em que é feita uma esfoliação de forma simples, segura e rápida, e o peeling de diamante, que utiliza a microesfoliação. Também existe o peeling químico, realizado por meio de ácidos que promovem a descamação e retiram camadas danificadas da pele.

Pode-se perceber, então, que embora esse seja um incômodo que atinge muitas pessoas, não é preciso conviver com os cravos. Afinal, há diversas maneiras de cuidar do problema e evitar que ele se agrave.

Como visto, a limpeza, a esfoliação e a hidratação são aliadas importantes nessa tarefa, já que os temidos pontinhos pretos surgem a partir do acúmulo de impurezas na cútis.

Agora que você já sabe o que são os cravos no rosto, como eles surgem e como cuidar da sua pele para amenizá-los, não há desculpas para não ter uma cútis maravilhosa, não é mesmo?

Que tal procurar por profissionais qualificados para cuidar da sua pele e eliminar problemas como esse? Agende uma avaliação gratuita na GiOlaser agora mesmo!


Tratamentos Faciais

Tipos de tratamento

Teste
Tratamentos Faciais

Indicados para prevenir ou combater consequências do envelhecimento cutâneo como, por exemplo, flacidez, rugas, linhas de expressão e mais...

Teste
Depilação a Laser

Acabe com os pelos indesejáveis pelo corpo inteiro. Mesmo os pelos mais grossos e rebeldes podem ser removidos em apenas algumas sessões.

Teste
Tratamentos Corporais

Não podemos nos esquecer de cuidar da nossa maior e mais importante ferramenta para cumprir as atividades do dia a dia: o nosso corpo.