21 jan 2019

Alimentos termogênicos: o que são e quais são as suas vantagens?

984      0

Quando se trata de perder ou manter o peso, não existem segredos: você deve consumir e gastar calorias de maneira proporcional e equilibrada. Por isso, a maneira mais segura e duradoura de conquistar o corpo ideal é combinar a prática de exercícios físicos a uma dieta balanceada. Esses dois elementos, junto com os tratamentos estéticos, conseguem acelerar seu metabolismo e promover um emagrecimento […]

Quando se trata de perder ou manter o peso, não existem segredos: você deve consumir e gastar calorias de maneira proporcional e equilibrada. Por isso, a maneira mais segura e duradoura de conquistar o corpo ideal é combinar a prática de exercícios físicos a uma dieta balanceada. Esses dois elementos, junto com os tratamentos estéticos, conseguem acelerar seu metabolismo e promover um emagrecimento saudável e duradouro.

Entretanto, existem alguns alimentos que ajudam seu corpo a queimar calorias mais rápido. São os chamados alimentos termogênicos!

Neste post, mostraremos o que são e quais são as vantagens de incluir esses alimentos na sua dieta. Se seu objetivo é emagrecer de forma saudável e duradoura, este artigo é para você. Confira!

O que são alimentos termogênicos?

Todos os alimentos requerem um gasto de energia para serem digeridos, mas existem aqueles que dão mais trabalho para serem processados, absorvidos e armazenados no organismo — os alimentos termogênicos.

Em tese, eles fazem com que uma maior quantidade de energia seja necessária para completar seu processo de digestão, induzindo o metabolismo a trabalhar em um ritmo mais acelerado e, consequentemente, fazendo com que o corpo gaste mais calorias.

Como eles agem no organismo?

Seu corpo queima as calorias consumidas por meio da manutenção de suas funções metabólicas regulares e de atividades físicas. Cerca de 10% dessas calorias são queimadas durante a termogênese — um processo metabólico que produz calor para alcançar o equilíbrio entre a temperatura corporal e a temperatura ambiente.

Os alimentos conhecidos pelo seu alto efeito termogênico contêm substâncias específicas que requerem um gasto calórico maior para atingir esse equilíbrio, aumentando, assim, a quantidade de energia necessária para o seu processamento.

Quais são os alimentos mais conhecidos por seu efeito termogênico?

Antes de tudo, é importante lembrar que somente o consumo dos alimentos termogênicos não produz efeitos satisfatórios no emagrecimento e na manutenção do peso.

No entanto, quando incluídos em uma dieta equilibrada e combinada a uma rotina regular de exercícios físicos, eles são extremamente úteis. Dê uma olhada nestes alimentos termogênicos que vão turbinar seu metabolismo e ajudar você a reduzir medidas.

Pimenta vermelha

Quem nunca começou a suar enquanto saboreava essa especiaria, que atire a primeira pedra! Isso acontece porque a pimenta vermelha contém capsaicina — um composto químico que confere ao alimento o sabor ardido e picante e faz com que a temperatura do nosso corpo aumente.

Além de acelerar o metabolismo por meio de seu efeito termogênico, essa substância atua no sistema nervoso simpático, aumentando a liberação de endorfinas e catecolaminas e, consequentemente, a sensação de bem-estar e saciedade. A ardidinha é tão potente que estudiosos consideram transformá-la em remédio contra a obesidade.

Pimenta preta

Aqui, o responsável pelo efeito termogênico é um composto chamado piperina. Essa substância não só ajuda o corpo a queimar mais calorias, mas também contribui para a prevenção de doenças cardiovasculares, tem propriedades antimicrobianas e antioxidantes e auxilia na absorção de outros nutrientes.

Canela

Se você é fã de canela, vai adorar esta notícia: além de acelerar o metabolismo com suas propriedades termogênicas, a especiaria ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue, sendo uma ótima aliada na prevenção e combate à diabetes.

Ela ainda tem ação anti-inflamatória e antioxidante, ajuda a diminuir o colesterol e os níveis de triglicérides e fortalece o sistema imunológico. Está bom para você ou quer mais?

Gengibre

Assim como a pimenta vermelha, esse alimento contém capsaicina, substância que acelera o metabolismo devido ao aumento da produção de calor. Além disso, suas propriedades afetam a oxidação de lipídios, ajudando na redução da tão indesejada gordura abdominal.

O gengibre também é amplamente utilizado em remédios naturais para o tratamento de gripes e resfriados devido à sua ação anti-inflamatória e antioxidante.

Alho

Esse alimento, muito usado na cozinha brasileira, proporciona inúmeros benefícios para a saúde além do efeito termogênico. Compostos sulfurosos como aliina, alicina e ajoene são responsáveis pelo odor e sabor característicos do alimento e também pelas suas propriedades antifúngicas, anticoagulantes e anti-inflamatórias.

Assim, o alho constitui um potente remédio natural contra gripes e, ainda, auxilia no controle da glicemia e da pressão arterial.

Grãos integrais

Carboidratos complexos e ricos em fibras insolúveis — como a quinoa, o arroz integral e a aveia — são alimentos de difícil digestão que não podem ser completamente digeridos ou absorvidos pelo organismo. 

Como nosso corpo precisa fazer um grande esforço para quebrar as moléculas desses alimentos e obter seus nutrientes, são queimadas calorias extras no processo de digestão.

Alimentos ricos em proteínas

Dos três macronutrientes existentes (proteínas, carboidratos e gorduras), as proteínas são aqueles que mais gastam energia para serem digeridos. Portanto, alimentos com alto teor proteico — carnes, ovos, leite, queijos, feijão, nozes, castanhas etc. — são ótimos exemplos de termogênicos. 

Quais são os efeitos colaterais desse tipo de alimento?

Tudo o que é demais acaba sendo prejudicial à saúde. O consumo excessivo de alimentos termogênicos pode causar insônia, tontura, dores de cabeça e problemas gastrointestinais. Portanto, procure incluí-los na dieta com parcimônia e, se possível, consulte um nutricionista para que ele receite a você uma alimentação balanceada e adequada às suas necessidades.

Além disso, embora existam no mercado diversas opções de suplementos termogênicos, é preciso muito cuidado ao consumir esses produtos. Isso porque eles possuem concentrações altíssimas de cafeína — se ingerida em excesso, essa substância pode aumentar os riscos de hipertensão, arritmia cardíaca e infarto agudo do miocárdio. Nunca tome nenhum medicamento sem antes se consultar com um médico!

Existem contraindicações?

Por acelerar o metabolismo, o consumo regular de alimentos termogênicos não é recomendado para alguns grupos de pessoas:

  • pacientes com hipertireoidismo;
  • hipertensos;
  • cardiopatas;
  • pessoas que sofrem de ansiedade e insônia;
  • crianças e gestantes.

Assim, os alimentos termogênicos oferecem inúmeros benefícios ao organismo além do gasto adicional de calorias durante o processo de digestão. Mas, para que você obtenha bons resultados, eles devem ser incluídos em uma dieta equilibrada e combinada a uma prática regular de exercícios físicos. Além disso, seu consumo deve ser evitado por pessoas em grupos de risco.

Agora que você já sabe o que são e quais são as vantagens dos alimentos termogênicos, compartilhe este texto nas redes sociais e ajude a levar mais informações a quem precisa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agende sua avaliação