2 jul 2019

Aplicação de Enzimas

459      0

Cuidar do corpo é uma constante preocupação na rotina da mulher e, cada vez mais, dos homens. Em um primeiro momento, podemos pensar que trata-se apenas de estética, de quem não quer ficar com gordurinhas a mais e deseja um corpo enxuto, mas, convenhamos, é também questão de saúde. É para estas pessoas que vamos […]

Cuidar do corpo é uma constante preocupação na rotina da mulher e, cada vez mais, dos homens. Em um primeiro momento, podemos pensar que trata-se apenas de estética, de quem não quer ficar com gordurinhas a mais e deseja um corpo enxuto, mas, convenhamos, é também questão de saúde. É para estas pessoas que vamos falar da aplicação de enzimas, uma solução e tanto para quem busca resultados imediatos.

Já imaginou se, de repente, surge aquela viagem inesperada e você lembra daquelas gordurinhas localizadas e que, claro, precisam ser eliminadas? Afinal, quando se faz uma viagem, o ideal é curti-la em toda sua magnitude, não é mesmo?

Essa é uma das grandes vantagens da aplicação de enzimas, que também pode ser chamada de intradermoterapia, pois as aplicações são feitas sob a pele, de forma subcutânea. São aplicações realizadas diretamente no local que deve receber o tratamento. Estes locais do corpo podem ser o abdômen, pescoço, parte interna das coxas, braços e demais áreas onde estas gordurinhas estejam salientes.

Para obter bons resultados, a primeira recomendação é procurar uma boa clínica, como a GiOlaser, onde existam profissionais habilitados e capacitados para realizar as aplicações. Afinal, você não vai entregar o seu corpo para qualquer um trabalhar nele, não é mesmo?

Intradermoterapia ajuda a eliminar gordura

A aplicação de enzimas é um procedimento relativamente simples e com poucas contraindicações, pois as aplicações são feitas diretamente no local onde aparecem as gorduras. São injeções com agulhas muito finas e que penetram de um a quatro milímetros sob sua pele.

Dependendo da avaliação do profissional, podem ser aplicados de quatro a seis medicamentos diferentes e que, com suas ações somadas, vão trabalhar para a destruição da gordurinha localizada.

Depois de pouco tempo, as moléculas de gordura começam a ser quebradas por essas substâncias e vão, aos poucos, sendo liberadas na corrente sanguínea para serem utilizadas como combustível. Ou seja, trata-se de um procedimento absolutamente natural.

Todo esse trabalho começa através da avaliação realizada pela biomédica. Serão feitas as recomendações específicas para o seu caso. Ou seja, não se trata de algo genérico. Cada caso é um caso e, realmente exclusivo, é o profissional médico que fará as recomendações sobre o que fazer e quais substâncias devem ser aplicadas sob sua pele. E em que regiões, claro.

Feito isso, normalmente, o médico faz a aplicação de duas a três enzimas para verificar sua eficácia sobre a quebra das moléculas de gordura. Esse resultado costuma aparecer no máximo em sete dias. Ou seja, bem rapidinho. Provada esta eficiência, começa o tratamento propriamente dito, com a aplicação de enzimas sob a sua pele em busca dos resultados.

Estas aplicações são sempre feitas com muito cuidado. Na GiOlaser, só para citar um exemplo, as aplicações, com aquelas agulhas superfinas, são feitas no tecido subcutâneo para destruir as células de gordura. Mas, quando a finalidade é combater a flacidez da pele e as estrias, as aplicações ocorrem no dérmico.

No geral, as microagulhas penetram nas pequenas profundidades da pele, que podem ser de 0,5 mm a 4 mm, suficientes para sua absorção pelo organismo e para iniciar imediatamente a ação contra a gordura, flacidez da pele ou estrias. Ao aumentarem a permeabilidade celular da pele, provocam também vasodilatação e, com isso, melhoram a absorção dos medicamentos.

Tudo já terá sido decidido antes por um biomédico esteticista, que é o profissional altamente preparado para a execução desse trabalho. É a combinação das enzimas aplicadas que irá determinar os resultados, conforme o caso.

Os resultados da aplicação de enzimas

Os resultados costumam aparecer cerca de sete dias após a primeira sessão. Quem já passou pelo procedimento afirma que não sentiu dores, mas, apenas, um pequeno ardor próprio da aplicação de injeções. Só que, neste caso, trata-se de agulhas muito finas e, portanto, um ardor bem menor.

As substâncias aplicadas sob a pele agem de forma combinada e, assim, provocam o sistema metabólico e as fibras responsáveis pela beleza e saúde da pele. Esta ação combinada é que faz o rompimento das células de gordura e a redução da flacidez, junto à eliminação de estrias.

Se tiver dúvidas sobre alergias, faça testes

Uma das grandes vantagens da aplicação de enzimas para a redução de gorduras localizadas é a rapidez com que ela começa a agir sobre o organismo – e, também, por ser praticamente indolor, o que, convenhamos, é um alívio.

Foi-se o tempo que precisava sofrer para ficar mais bonita! E, por fim, o procedimento também é ótimo por não exigir nenhum tipo de repouso ou que você se afaste de suas atividades normais, que podem ser mantidas sem nenhum problema.

É claro que, por se tratar da aplicação de substâncias químicas no seu organismo, é importante que você tenha consciência de que pode ser alérgica a alguns desses produtos. Se tiver dúvidas, peça a realização de exames anteriores, o que é muito importante para a sua saúde e eficácia do tratamento.

Número de sessões de aplicação de enzimas varia para cada caso

No geral, as clínicas especializadas costumam recomendar de dez a quinze sessões, com intervalos que podem ficar entre cinco e sete dias entre uma e outra, dependendo sempre da recomendação do biomédico.

A única recomendação costuma ser a de não permitir a exposição do local tratado ao sol por alguns dias. E usar, sempre, protetor solar de boa qualidade.

São bem poucas as contraindicações

Quanto à alimentação, há recomendações para que, um dia antes da aplicação de enzimas e um dia depois, não seja feito o consumo de carne e derivados de porco ou de frutos do mar. É que pode ocorrer incompatibilidade entre as substâncias aplicadas e os componentes desses alimentos.

A orientação final é para que a aplicação de enzimas não seja feita em mulheres grávidas, mamães que estejam em fase de amamentação de seus bebês, crianças obesas e, como já dito, quem tenha alergia ou qualquer reação contrária às substâncias que serão aplicadas. Com exceção disso, desfrute muito da sua nova beleza!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agende sua avaliação