15 fev 2019

Como a radiofrequência ajuda a reduzir a flacidez?

985      4

A flacidez é uma alteração natural dos tecidos caracterizada pela perda do tônus, da elasticidade e da resistência de aderência da pele. Geralmente, resulta de mudanças bruscas no peso, tabagismo e envelhecimento, uma vez que a produção de colágeno é proporcionalmente reduzida com o passar dos anos. A boa notícia é que existem métodos para […]

A flacidez é uma alteração natural dos tecidos caracterizada pela perda do tônus, da elasticidade e da resistência de aderência da pele. Geralmente, resulta de mudanças bruscas no peso, tabagismo e envelhecimento, uma vez que a produção de colágeno é proporcionalmente reduzida com o passar dos anos.

A boa notícia é que existem métodos para tratá-la, como a radiofrequência! Esse é um dos tratamentos mais requisitados aqui na GIOlaser. Além de ser o meio mais seguro, rápido e efetivo de reduzir a flacidez, ele ajuda a eliminar a celulite e aquela gordurinha localizada.

Então, precisa de uma ajuda para entender o que é e como funciona essa técnica revolucionária? Continue a leitura deste texto e descubra todos os benefícios do tratamento!

O que é a radiofrequência?

A radiofrequência é um tratamento amplamente utilizado pela dermatologia estética no combate à gordura localizada, celulite e flacidez. A técnica promove ainda o rejuvenescimento da pele por meio da aplicação de ondas eletromagnéticas, produzindo um calor que contrai as fibras de colágeno e estimula o corpo a produzir novas fibras, sendo especialmente indicada para reduzir a flacidez facial e corporal.

Como ela funciona?

Por meio da emissão de ondas eletromagnéticas, que atravessam a pele até a camada de gordura, um dispositivo de radiofrequência aumenta a temperatura e circulação sanguínea na área tratada.

O método emite correntes de alta frequência para gerar calor de até 42 °C, que aquece e contrai o colágeno nos tecidos subcutâneos, enquanto um sistema de resfriamento protege a camada externa da pele (epiderme), garantindo a segurança e o conforto do cliente.

Esse aquecimento controlado é o que promove a oxigenação dos tecidos, estimulando a formação de novas fibras de colágeno e elastina, responsáveis pela elasticidade e sustentação da pele. Assim, deixa-a com aspecto mais firme e tonificado.

O processo é dolorido?

Durante as sessões, alguns clientes podem experimentar uma sensação de aumento intenso da temperatura nas regiões tratadas, porém, aquele sistema de resfriamento incorporado ao equipamento é acionado durante a aplicação, evitando que a sensação seja dolorida ou desconfortável.

Quanto tempo dura a aplicação e o tratamento?

A sessão de radiofrequência dura cerca de 30 minutos, desde a higienização da pele e aplicação de gel condutor até a limpeza da área tratada após o procedimento. A quantidade de sessões recomendadas pode variar, dependendo do objetivo, das peculiaridades de cada cliente e da resposta do seu organismo ao tratamento.

Para reduzir a flacidez, geralmente são recomendadas de 4 a 10 sessões, com um intervalo mínimo de 15 dias entre cada aplicação. Já nos tratamentos de combate à celulite, sessões semanais podem ser acordadas de acordo com as necessidades e objetivos de cada um.

Quando é possível ver os resultados?

Os resultados da radiofrequência são rápidos e progressivos, podendo ser observados logo após as primeiras sessões — especialmente na região do rosto, ao redor dos olhos, boca, testa e pescoço, onde um efeito lifting ocorre imediatamente após a primeira aplicação.

Entretanto, a velocidade e duração dos resultados alcançados também vão depender de fatores comportamentais e características fisiológicas de cada pessoa, como:

  • grau de flacidez do local tratado;
  • idade;
  • hábitos alimentares;
  • tabagismo;
  • nível de atividade física;
  • número e frequência das sessões.

Quais são os benefícios da radiofrequência?

Como dissemos, as regiões mais tratadas com o método e que apresentam resultados mais rápidos são as áreas ao redor dos olhos e da boca, queixo e testa, onde geralmente surgem as primeiras linhas e rugas de expressão. Mas, de forma geral, os principais benefícios do tratamento com radiofrequência são:

  • aumento da produção de colágeno e elastina, promovendo maior sustentação e firmeza da pele;
  • redução de rugas e linhas de expressão ao redor dos olhos, sulco nasolabial, testa e pescoço;
  • atenuação de cicatrizes causadas pela acne e estrias;
  • melhora na vascularização sanguínea, promovendo maior oxigenação e renovação celular das áreas tratadas;
  • melhora na capacidade de retenção de umidade da pele, garantindo maior hidratação;
  • redução de celulite e fibroses, agindo diretamente nos tecidos inflamados;
  • redução da flacidez corporal e facial;
  • melhora do contorno do rosto, deixando a pele mais firme e as extremidades ósseas mais evidentes;
  • aceleração da eliminação de toxinas acumuladas no organismo;
  • maior firmeza dos grandes lábios vulvares;
  • redução da gordura localizada nas áreas tratadas.

Existe alguma contraindicação?

O tratamento é indicado para pessoas maiores de 18 anos, saudáveis, que queiram reduzir a flacidez facial e corporal e eliminar rugas ou linhas de expressão. Contudo, apesar de ser um método seguro e indolor, com pouquíssimos efeitos colaterais, existem alguns casos em que a radiofrequência não é recomendada:

  • gestantes;
  • pacientes em tratamento oncológico;
  • pessoas que apresentem transtornos de sensibilidade;
  • presença de febre ou infecções nas áreas a serem tratadas;
  • pacientes hemofílicos;
  • presença de feridas ou hematomas na região a ser tratada;
  • pessoas obesas;
  • processo de cicatrização com tendência à formação de queloide;
  • hipertensos e diabéticos;
  • pessoas com implantes de marcapasso ou outros dispositivos eletrônicos;
  • presença de placas metálicas na região a ser tratada;
  • pessoas com doenças cardiovasculares, trombose e tumores;
  • presença de tatuagem ou maquiagem definitiva na área a ser tratada;
  • pacientes com distúrbios da tireoide.

Quais são os efeitos colaterais e os cuidados recomendados?

A maioria dos clientes retoma imediatamente suas atividades após o procedimento. Alguns podem experimentar leves efeitos colaterais, como rubor e inchaço das áreas tratadas, que desaparecem em poucas horas. De toda forma, os cuidados recomendados após as sessões são a higienização da área tratada e a aplicação diária de um bom filtro solar.

Os riscos de queimaduras são mínimos, relacionados aos casos em que o procedimento é realizado com pessoas não capacitadas. Aqui na GIOlaser, por exemplo, contamos com profissionais treinados e experientes nesse tipo de tratamento, que sabem como calibrar o aparelho para a emissão de calor na temperatura ideal e como manusear o equipamento de forma correta, sem colocar em risco a saúde e a integridade física de nossos clientes.

Enfim, a radiofrequência é uma das maiores aliadas quando se trata de beleza estética. O tratamento é excelente para reduzir a flacidez facial e corporal, combater as gordurinhas localizadas e diminuir a celulite e as linhas de expressão, conferindo aos clientes uma aparência rejuvenescida e bem cuidada.

E aí, gostou do post? Se você tem interesse no procedimento ou quer saber mais sobre o assunto, entre em contato conosco! Estamos à disposição para ajudar.

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agende sua avaliação