4 jul 2019

Duração da depilação: descubra quanto tempo dura cada método

2016      0

A duração da depilação é um dos fatores que nos ajudam a decidir em qual técnica apostar para remover os pelos indesejados. Mas conhecer cada método e o nível da dor durante o procedimento também é importante. Pensando nisso, veremos neste post qual é a duração dos principais métodos para manter a pele sem pelos, […]

A duração da depilação é um dos fatores que nos ajudam a decidir em qual técnica apostar para remover os pelos indesejados. Mas conhecer cada método e o nível da dor durante o procedimento também é importante.

Pensando nisso, veremos neste post qual é a duração dos principais métodos para manter a pele sem pelos, além das suas principais características e como cada um deles é feito. Quer escolher a forma de depilação que mais se encaixa ao seu perfil? É só continuar lendo!

Lâmina

Depilar com lâmina é uma das técnicas mais práticas e comuns, feita geralmente durante o banho. Basta raspar os pelos no sentido de crescimento.

É possível usar aparelhos específicos para essa finalidade — inclusive versões descartáveis e de baixo custo, que facilitam ainda mais o uso. Além disso, cremes de barbear ajudam o aparelho a deslizar e evitam fios encravados.

A duração da depilação feita com lâmina, no entanto, é muito curta. No dia seguinte já é possível ver os pelos crescendo, porque ela corta os pelos em vez de removê-los pela raiz. Esse é um dos métodos que não causa dor, mas deve ser evitado em partes mais sensíveis do corpo, como o buço e a região íntima.

Depilador elétrico

Diferente da lâmina, que corta, o depilador elétrico é uma máquina que puxa os pelos, removendo o fio a partir da raiz. Por isso, ele tem resultados que duram mais do que a primeira opção.

Este tipo de depilação dura de 20 a 25 dias. Além de ter uma boa duração, ela não precisa de outros produtos — apenas energia elétrica — e também pode ser feita em casa. Por outro lado, essa técnica é dolorida. Para amenizar esse desconforto, algumas dicas são valiosas, como esfoliar a pele 2 dias antes para limpar e abrir os poros.

Cera

A depilação com cera pode ser feita tanto em casa quanto em locais especializados. Basicamente, a cera é aplicada com uma espátula, e logo em seguida é retirada, com rapidez. Justamente por isso, esse método é dolorido. Também vale ressaltar que ele pode provocar o escurecimento da pele, principalmente nas áreas de buço, virilha e axila. 

É importante que os pelos estejam crescidos, para que sejam retirados a partir da raiz. Essa técnica dura em torno de 20 dias, e pode ser feita com a cera quente ou fria. Veja, a seguir, as principais características de cada uma dessas opções.

Quente

O calor da cera dilata os poros da região aplicada, o que facilita a retirada dos pelos. Em contrapartida, isso pode deixar a pele vermelha e até inchada em certos casos.

Fria

Na temperatura fria, a cera não deixa marcas na pele, mas a dor é mais perceptível, já que sem o calor os poros da pele não são dilatados.

Cremes depilatórios

Entre as técnicas de remoção de pelos, o creme depilatório tem a vantagem interessante de ser um procedimento indolor e rápido. Basta aplicar uma camada do produto na região desejada, aguardar uns minutos e remover com algodão e água.

O creme tem substâncias na sua composição que derretem os pelos. Por isso, da mesma forma que as lâminas, a técnica não retira os fios pela raiz, o que faz com que eles cresçam em até 5 dias.

A utilização desses cremes, no entanto, tem algumas restrições. Antes do uso, é recomendado que seja feito um teste de aplicação na pele. Além disso, o produto deve se usado com cautela: no máximo, 1 vez por semana.

Depilação com linha

Das formas manuais que trouxemos neste post, a depilação com linha — também conhecida como depilação egípcia — é uma das mais novas utilizadas no Brasil. Sem oferecer danos à pele, ela pode ser feita em casa ou com profissionais do ramo da estética.

Essa técnica é dolorida, pois é feita com uma fina linha de algodão ou seda que, quando entrelaçada aos pelos, faz a remoção deles, um por um. Indicada para áreas mais sensíveis, principalmente para o rosto, essa é uma técnica que não necessita de produtos para ser aplicada. Basta a boa habilidade do profissional.

Seus resultados duram até 30 dias.

Laser

O método de depilação a laser é um dos mais eficazes para remover pelos. Seu princípio é aplicar a energia do laser na melanina presente nos fios, o que faz com que eles sofram uma destruição térmica. 

O tratamento é realizado em clínicas especializadas e divido em sessões, cuja quantidade varia conforme a área em que ele será aplicado. A cada sessão, os pelos ficam mais fracos e com menos coloração.

Vale ressaltar que, conforme a técnica utilizada, a depilação a laser pode ser praticamente indolor. Equipamentos de alta tecnologia contam com componentes de resfriamento — como ponteiras de safira — que fazem com que o contato com a pele não ocasione incômodo ao paciente.

Falando em tecnologia, outra questão importante para ser considerada é a forma de aplicação. Clínicas que utilizam o método SHR (Super Hair Removal) aplicam pulsos de baixa potência a uma alta frequência em movimentos contínuos, o que proporciona mais conforto e segurança no tratamento.

A duração é um dos principais benefícios da depilação a laser: pode ser de anos, se tiver manutenção e cuidados. Um deles diz respeito ao sol: não é recomendada a exposição durante o tratamento. Os raios podem manchar e irritar a pele.

Fotodepilação

Por fim, essa é uma técnica que utiliza Luz Intensa Pulsada (LIP) para inibir o crescimento dos pelos. Assim como a depilação a laser, ela é feita em sessões.

Uma das principais características da fotodepilação é que a luz emitida por ela não atinge apenas o fio. Isso faz com que o tratamento tenha a necessidade de se dividir em até mais sessões do que a remoção a laser.

A fotodepilação é um método recomendado para quem tem problemas de inflamação nas áreas pilosas e pelos encravados.

Sobre a duração, é uma técnica que tem o resultado prolongado pode durar anos se forem feitas as sessões de manutenção. Contudo, é menor quando comparada com a depilação a laser.

Os cuidados com o sol também são necessários aqui: quem vai fazer essa depilação não deve se expor à luz solar, nem antes, nem após as sessões por certo período.

Então, já conhecia todas essas técnicas para remover pelos apresentadas neste artigo? Viu como a duração da depilação pode variar bastante conforme o procedimento escolhido? Por isso é tão importante buscar informações e profissionais qualificados. Lembre-se disso!

Se você quer resolver o dilema com os seus pelos, entre em contato com a GIOlaser! Nosso time de especialistas está pronto para ajudar você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agende sua avaliação