17 jan 2019

Limpeza de pele ultrassônica: entenda o que é e quando fazê-la

1777      0

Se os olhos são o espelho da alma, o nosso rosto é o cartão de visitas. Sem dúvida alguma, ele é uma das áreas do corpo mais expostas e sujeitas às ações nocivas do sol, da poluição e do acúmulo de produtos químicos. Isso torna bem difícil manter a aparência da pele uniforme e saudável, livre de impurezas e imperfeições. […]

Se os olhos são o espelho da alma, o nosso rosto é o cartão de visitas. Sem dúvida alguma, ele é uma das áreas do corpo mais expostas e sujeitas às ações nocivas do sol, da poluição e do acúmulo de produtos químicos. Isso torna bem difícil manter a aparência da pele uniforme e saudável, livre de impurezas e imperfeições.

Um dos métodos mais comuns adotados por pessoas que procuram resgatar a saúde da cútis é realizar uma rotina diária de limpeza com produtos cosméticos que, geralmente, não traz os efeitos desejados. Muitas acabam recorrendo às técnicas tradicionais de limpeza que, além de super dolorosas, deixam a pele vermelha, sensível e escamando.

Aqui na GIOlaser, oferecemos a você um método totalmente indolor, que limpa profundamente sem deixar marcas: a limpeza de pele ultrassônica. Fique com a gente e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse método inovador!

O que é a limpeza de pele ultrassônica?

A limpeza de pele ultrassônica é um procedimento estético de limpeza e regeneração cutânea que se assemelha a um peeling suave, realizada com um dispositivo que emite uma corrente ultrassônica de vibrações de alta frequência.

Essencialmente, ela remove as células mortas e a camada mais superficial da pele, proporcionando a remoção de impurezas e a melhoria da circulação sanguínea local, ajudando no processo de rejuvenescimento e regeneração.

Como ela funciona?

O tratamento começa com uma avaliação detalhada da pele. Após a realização de uma higienização e leve esfoliação manual, a terapia ultrassônica é aplicada por meio de uma espátula de aço cirúrgico inoxidável que emite correntes ultrassônicas. Essa espátula é levemente pressionada e deslizada por todas as áreas do rosto, fazendo com que as ondas sonoras cubram toda a extensão da pele.

São essas correntes ou microvibrações ultrassônicas que se encarregam de esfoliar e fazer a limpeza cutânea, desincrustando partículas de oleosidade, comedões (cravos), células mortas e outras sujeiras que obstruem os poros, promovendo uma assepsia profunda e não agressiva.

Além de eliminar as impurezas, as vibrações sonoras constantes aceleram a produção de colágeno e elastina, reduzem inflamações e ativam a microcirculação sanguínea da região, proporcionando uma aceleração da renovação celular e conferindo uma aparência mais uniforme, brilhante, suave e rejuvenescida logo na primeira sessão.

Para quem ela é indicada?

A limpeza de pele ultrassônica é particularmente benéfica para pessoas com imperfeições muito marcadas e notáveis resultantes da acne, que precisam de uma limpeza profunda e que queiram recuperar a saúde e a beleza da cútis.

A técnica pode ser aplicada em peles sensíveis, secas, normais, oleosas ou mistas e promete limpar profundamente sem agressões, reduzir significativamente o problema das peles acneicas e dos poros obstruídos. Além disso, promove uma renovação celular e estimula a produção de colágeno, conferindo maior elasticidade à pele e atenuando linhas de expressão.

Existem contraindicações?

O método não deve ser aplicado nos grupos de pessoas que se enquadrem em uma das seguintes condições:

  • tenham próteses metálicas faciais;
  • tenham implantes de marcapasso ou outros dispositivos eletrônicos;
  • cardiopatas;
  • que tenham episódios de epilepsia;
  • que estejam em tratamento oncológico;
  • tenham alguma afecção dermatológica;
  • estejam passando por processos infecciosos e apresentem febre;
  • possuam feridas abertas na região do rosto;
  • apresentem distúrbios da sensibilidade;
  • sofram de doenças vasculares.

Quais são os benefícios da limpeza de pele ultrassônica?

Além de limpar profundamente e promover a regeneração celular — com consequente melhora da aparência de cicatrizes e manchas geradas pela acne —, a técnica permite que a pele recupere a sua elasticidade, firmeza e flexibilidade, devido à sua tripla ação de exfoliação, extração de impurezas e estimulação do colágeno.

Veja outros benefícios obtidos com a aplicação regular da limpeza de pele ultrassônica:

  • melhora da oxigenação por meio da ativação da circulação sanguínea, conferindo um aspecto rejuvenescido;
  • atenuação de linhas e rugas de expressão;
  • penetração mais profunda de cosméticos, uma vez que abre e limpa profundamente os poros;
  • é indolor;
  • o paciente pode retomar tranquilamente a rotina, já que a técnica não gera vermelhidão e escamação resultantes das limpezas tradicionais;
  • esfolia a pele de forma profunda, suave e não invasiva;
  • pode ser realizada em todos os tipos de pele;
  • melhora a retenção de umidade e a hidratação;
  • estimula e melhora os processos de cicatrização;
  • é eficiente no tratamento da acne;
  • recupera o tônus facial;
  • ameniza a aparência de cicatrizes;
  • ilumina olheiras;
  • suaviza manchas e confere um aspecto aveludado;
  • tem ação anti-inflamatória e antiedematosa.

Com que frequência ela é recomendada?

Seu rosto será avaliado por um especialista e a frequência das aplicações será determinada de acordo com as necessidades e com seu tipo de pele. São considerados o grau da acne, a extensão das lesões, o comprometimento dos poros e a sensibilidade cutânea.

Quais são os resultados?

O resultado após a limpeza ultrassônica é uma pele limpa, revitalizada e hidratada, com os vasos sanguíneos mais oxigenados e uma aparência mais uniforme, firme, jovem e menos manchada.

Quem pode realizar a limpeza de pele ultrassônica?

Para efetuar esse tipo de procedimento com eficácia e segurança o profissional deve ter  profundo conhecimento da anatomia e da fisiologia cutânea, estar apto a avaliar detalhadamente o tipo de pele do paciente e saber quais os cosméticos, tratamentos e princípios ativos podem ser utilizados. Geralmente, esses profissionais são dermatologistas, esteticistas e fisioterapeutas.

Existem efeitos colaterais?

A limpeza de pele ultrassônica é um método não invasivo e não são observados efeitos colaterais como os apresentados após a limpeza tradicional. Em peles mais sensíveis, pode ocorrer uma leve vermelhidão, que some rapidamente logo após a sessão.

É recomendado o uso de protetor solar sem álcool com fator de proteção igual ou superior a 30 FPS, diariamente, para proteger a pele dos efeitos nocivos dos raios ultravioletas. Cremes, maquiagens e cosméticos que contenham ácidos em sua composição deverão ser evitados durante as 24h após o procedimento.

Com os diversos avanços da tecnologia, hoje é possível conquistar um rostinho com aspecto limpo, saudável e rejuvenescido sem sentir dor. A limpeza de pele ultrassônica promove uma limpeza profunda e a regeneração cutânea de modo não invasivo, sendo recomendada para todos os tipos de pele.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a gente e agende sua avaliação gratuita com um de nossos profissionais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agende sua avaliação