7 jun 2019

5 segredos para queimar gordura localizada

357      0

Uma das coisas mais frustrantes para quem está tentando reduzir medidas é lidar com aquelas gordurinhas que insistem em se instalar nos lugares mais inapropriados. Realmente é difícil queimar gordura localizada, mas engana-se quem acredita que ela é um problema que afeta somente quem está com sobrepeso. Dependendo do biótipo, as células adiposas tendem a se concentrar em áreas específicas, como […]

Uma das coisas mais frustrantes para quem está tentando reduzir medidas é lidar com aquelas gordurinhas que insistem em se instalar nos lugares mais inapropriados. Realmente é difícil queimar gordura localizada, mas engana-se quem acredita que ela é um problema que afeta somente quem está com sobrepeso.

Dependendo do biótipo, as células adiposas tendem a se concentrar em áreas específicas, como abdômen, cintura, costas, braços, quadril e coxas. Então mesmo aqueles que chegaram ao peso ideal não estão imunes ao problema. Frustrante, não é mesmo?

Mas tenha calma, há solução. Neste post, vamos contar para você porque ela aparece e o que fazer para queimar gordura localizada. Continue a leitura e descubra!

O que é gordura localizada?

Antes de saber como queimar gordura localizada, é importante entender que as células adiposas têm um papel fundamental no nosso organismo. Elas funcionam como um depósito de energia, usado para desempenhar as mais simples atividades do dia a dia, como caminhar, falar e até respirar.

O problema aparece quando a gordura começa a acumular em nosso organismo. Além de deformar os contornos naturais do corpo, ser motivo de grande insatisfação e baixa autoestima, o excesso de gordura representa um risco à saúde.

Quando concentrada em grandes quantidades, está associada ao diabetes, colesterol alto, hipertensão e doenças cardiovasculares. Entre as principais causas estão os maus hábitos alimentares, sedentarismo e, principalmente, a genética. Sim, os lugares do corpo onde você acumula gordura estão diretamente relacionados à hereditariedade e não há como mudar isso.

Como queimar gordura localizada?

Então agora você deve estar se perguntando: se é a genética que determina onde a gordura se instala, então não há como me livrar dela? Calma, não é bem assim. Você pode até não ter controle total sobre onde elas se armazenam, mas isso não significa que não dá para combatê-las ou evitá-las.

Com alguns cuidados, é possível queimar gordura localizada e conquistar um corpo bonito e, principalmente, saudável. Veja como!

1. Faça uma reeducação alimentar

A alimentação possui um papel fundamental na quantidade de gordura corporal. Por isso, é importante saber escolher bem os alimentos que você coloca na mesa.

Dê preferência para os carboidratos complexos em vez dos simples e proteínas magras no lugar de carnes gordurosas. Esses alimentos são de digestão mais lenta e mantém os níveis de insulina estáveis, diferentemente ​​dos produtos refinados, que têm alto índice glicêmico.

Substitua a batata comum pela doce e prefira grãos e farinhas integrais — eles têm baixo índice glicêmico e são ricos em fibras.

As fibras — principalmente as solúveis, como as presentes na chia e na aveia — garantem o bom funcionamento do intestino e formam uma espécie de gel no trato digestivo.

Esse gel ocupa um espaço maior no estômago e dá ao corpo uma sensação extra de saciedade, ou seja, fica mais fácil de controlar o apetite.

Quando se trata da ingestão de gorduras, prefira as poli-insaturadas, como as contidas nas nozes, salmão e sementes de linhaça. As polinsaturadas auxiliam no crescimento do tecido muscular, enquanto as saturadas estimulam o armazenamento excessivo de gordura.

O consumo de açúcar também requer atenção extra, principalmente o refinado. Se possível, troque-o pelo mascavo ou demerara. Isso também vale para bebidas açucaradas, como sucos de caixinha e refrigerantes, que têm pouco ou nenhum valor nutricional e quilos de açúcar em sua composição.

Troque o refrigerante e o suco de frutas por água ou chás de ervas, e tente tomar o café sem açúcar ou com adoçante. Pequenas mudanças como essas diminuem a ingestão total de calorias e ajudam a eliminar as gorduras extras.

2. Faça exercícios físicos

Os exercícios físicos têm um papel fundamental para a saúde física e mental, e são grandes aliados de quem procura reduzir medidasTanto os treinos cardiovasculares quanto os de força desempenham um papel crucial na queima da gordura localizada.

Se você leva uma vida sedentária, prefira os exercícios de baixo impacto, como a caminhada ou a hidroginástica. Comece devagar para que seu corpo se acostume com os novos movimentos — evite forçar demais para não se machucar.

E não pense que apenas os cardiovasculares dão resultados. Os treinos de força são importantes, já que estimulam a construção de massa muscular.

Quanto mais músculos, mais energia seu corpo precisará para desempenhar tarefas simples do dia-a-dia.

Lembra-se do nosso depósito de energia (gorduras)? É ali que o corpo vai buscar as forças para manter o organismo funcionando.

3. Faça uma massagem modeladora

Em alguns casos, só a reeducação alimentar e a prática de exercícios não resolve o problema. Por isso, saiba que existem tratamentos específicos para queimar a gordura localizada que insiste em se instalar no corpo.

A massagem modeladora pode ser feita com as mãos ou com aparelho vibratório, que aplicam forte pressão para atingir as camadas mais profundas da pele. Essa técnica melhora o contorno do corpo e estimula a microcirculação, sendo especialmente eficaz contra a celulite e a gordura localizada.

4. Experimente drenagem linfática

A drenagem linfática é um tipo de massagem corporal que ajuda a eliminar o acúmulo de líquidos e toxinas do corpo. Ela é feita por meio de leve pressão com ambas as mãos, percorrendo todo o corpo, partindo das extremidades em direção aos gânglios linfáticos.

Além de reduzir o inchaço, melhora o contorno do corpo e ameniza a aparência das gorduras localizadas.

5. Invista em lipocavitação

A lipocavitação é um procedimento que usa o ultrassom para quebrar as células de gordura. As ondas ultrassônicas são direcionadas para a área a ser tratada e danificam as membranas das células adiposas.

Como o dispositivo é calibrado para atingir apenas as células de gordura, nenhum dano é causado aos tecidos ou órgãos adjacentes. Todas as células adiposas destruídas são eliminadas pelo corpo em poucos dias. Isto significa que os resultados são observados logo após a primeira sessão.

Agora, é importante lembrar que a eficácia e segurança dos tratamentos vão depender da habilidade e da capacitação dos profissionais contratados.

Procure sempre por estabelecimentos de confiança, que invistam em equipamentos de qualidade e na formação de seus profissionais, como a GIOlaser.

Neste post, vimos que a gordura localizada não é apenas um problema de estética — ela representa sérios riscos à saúde. E embora sua principal causa seja a herança genética, com alguns cuidados, dá para contornar o problema.

Ao manter uma alimentação balanceada, praticar exercícios físicos e aderir aos tratamentos estéticos, é possível queimar gordura localizada de maneira eficaz.

Para saber mais sobre nossos tratamentos corporais, visite nossa página!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agende sua avaliação