29 abr 2021

Tenho tatuagem, posso fazer depilação a laser?

619      0

É comum surgirem dúvidas entre a relação de tatuagem e depilação a laser. Se a região for depilada antes de fazer o desenho na pele, isso pode ser muito vantajoso. Entretanto, caso você queira fazer o contrário, então já há contraindicações. A depilação a laser é realizada com o auxílio de um aparelho que emite […]

É comum surgirem dúvidas entre a relação de tatuagem e depilação a laser. Se a região for depilada antes de fazer o desenho na pele, isso pode ser muito vantajoso. Entretanto, caso você queira fazer o contrário, então já há contraindicações.

A depilação a laser é realizada com o auxílio de um aparelho que emite laser para eliminar os pelos. Dessa forma, a luz emitida busca a melanina (substância que dá cor ao bulbo e haste do pelo) para eliminá-los definitivamente.

Essa técnica precisa de um determinado número de sessões de acordo com as características do pelo, cor da pele e região do corpo. Além disso, é preciso conferir as contraindicações da depilação a laser.

Se você é uma pessoa tatuada e deseja investir na depilação a laser, aproveite para entender mais sobre o assunto e descubra se é possível fazer o procedimento.

Quem tem tatuagem pode fazer depilação a laser?

Como a depilação a laser busca o bulbo capilar para que os pelos não cresçam, essa pergunta é muito pertinente. No entanto, apesar das técnicas depilatórias cada vez mais modernas, infelizmente ainda existem restrições sobre depilar áreas tatuadas.

Para que você entenda melhor: o laser utilizado na depilação trabalha com determinado comprimento de onda. Desse modo, para que o folículo piloso seja atingido, a luz precisa passar pela tatuagem.

Ou seja, tatuagem e depilação a laser não fazem uma boa combinação. Mas a boa notícia é que você pode, sim, fazer esse procedimento de remoção dos pelos, desde que a área com o desenho seja isolada.

Quais os perigos do procedimento para a tatuagem?

O laser utilizado na depilação é atraído por pigmentos. Afinal, é assim que ele chega até o bulbo para impedir o crescimento dos pelos. Portanto, como a tatuagem também é um pigmento na pele, a luz emitida pode atingir o desenho na pele.

Os disparos de luz emitidos nessa técnica atingem não apenas os pelos, mas a tinta da tattoo. Então, o procedimento não é aconselhável justamente por isso, uma vez que o laser pode danificar a tatuagem. Algumas das consequências de fazer a depilação a laser em regiões tatuadas são:

  • queimaduras;
  • desbotamento do desenho;
  • remoção da cor da tatuagem.

Apesar de não ser possível realizar o procedimento de depilação a laser em peles tatuadas, ainda existem outras possibilidades. Caso a tatuagem não seja tão extensa, é possível fazer o isolamento da região. Assim, a técnica é aplicada sem prejudicar o desenho.

Diante desse quadro, o isolamento da área tatuada é uma medida essencial. O profissional deve ter muito cuidado para não direcionar o laser às áreas tatuadas, isolando a região para não atingir o desenho.

Quais são as outras contraindicações da depilação a laser?

Além das peles tatuadas, a depilação a laser também não é recomendada nas seguintes situações:

  • pessoas com imunossupressão;
  • gestantes;
  • epiléticos;
  • pessoas fotossensíveis ou com doenças de pele;
  • durante o uso de isotretinoína, antibióticos e anticoagulantes;
  • áreas com queloides ou em que houve uso de peeling Home Care.

Para não correr riscos de lesionar a pele ou o desenho, a procura por uma clínica especializada é fundamental. A relação entre tatuagem e depilação a laser é delicada. Contudo, é possível a realização do procedimento desde que sejam tomados todos os cuidados para isolar a região. Dessa forma, você poderá ter uma pele lisinha sem danificar os desenhos.

Aproveite e confira mais sobre a depilação a laser e tire todas as suas dúvidas sobre o procedimento que a GIOlaser oferece!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agende sua avaliação