15 jan 2019

Entenda a importância de passar protetor solar corretamente

696      0

Atualmente é bastante divulgado que os raios solares são nocivos à pele. Por isso, passar protetor solar diariamente é tão importante quanto beber bastante água e se alimentar de forma equilibrada. Mas, você sabe a maneira correta de usar o produto? Nesse artigo você conhecerá os benefícios do fotoprotetor e aprenderá como usá-lo do jeito […]

Atualmente é bastante divulgado que os raios solares são nocivos à pele. Por isso, passar protetor solar diariamente é tão importante quanto beber bastante água e se alimentar de forma equilibrada. Mas, você sabe a maneira correta de usar o produto?

Nesse artigo você conhecerá os benefícios do fotoprotetor e aprenderá como usá-lo do jeito certo. Então, continue a leitura e fique por dentro do assunto!

Qual é a importância do protetor solar?

O tom bronzeado da pele é conseguido com uma predisposição genética unida à ação de raios solares. Eles agem nas células que produzem melanina. Mas, a exposição exagerada pode afetar o DNA celular e desencadear o câncer de pele.

Como essa é uma doença grave, o melhor é se prevenir. Crie hábitos de vida que evitem o seu aparecimento. O protetor solar é um bom aliado nisso, pois cria uma barreira de proteção na superfície corporal e impede que a radiação solar agrida o interior celular.

Os raios solares que chegam à superfície terrestre são o UVA e UVB. O primeiro tem a capacidade de penetrar em camadas mais profundas da pele e não causa incômodos na parte superficial. Já o segundo, se deposita na cútis provocando vermelhidão, queimaduras e insolação.

O UVB é mais sentido pelas pessoas nas estações mais quentes do ano. Isso acontece porque quando as temperaturas estão altas, há mais opções de atividades ao ar livre. No entanto, mesmo que a pele não fique vermelha nos meses mais frios, os raios UVA e UVB continuam a atuar no nosso corpo.

Se você quer ficar com aquele tom dourado adquirido na praia ou na piscina, “pegue um sol” antes das 10 horas ou após as 16 horas. E não se esqueça de usar o protetor solar.

Quais são os benefícios de passar protetor solar?

Evita o envelhecimento precoce

O protetor solar evita que a ação dos raios ultravioleta danifiquem as fibras de colágeno e elastina que sustentam a pele. Esse desgaste conhecido como fotoenvelhecimento é identificado por rugas e linhas de expressão.

Previne o câncer

Como já foi dito, o uso correto do fotoprotetor evita a ação direta da radiação solar no DNA das células. Dessa forma, o risco de desenvolver câncer de pele diminui.

Melhora a hidratação

As fórmulas dos protetores solares contêm substâncias com ação hidratante. Ou seja, a cútis não perderá totalmente a umidade durante a exposição ao sol. O resultado é uma pele mais uniforme e sem descamação.

Evita o aparecimento de manchas

As manchas conhecidas como melasmas e as pintas, geralmente aparecem ou ficam mais intensas, após exposição desprotegida aos raios UVA e UVB. A produção desordenada de melanina é a responsável pelas marcas.

Mesmo que você não frequente a praia ou a piscina, proteja-se usando o fotoprotetor. Já se sabe que algumas luzes emitem radiação ultravioleta induzindo o surgimento de manchas.

Após tratamentos estéticos no rosto, a atenção à aplicação do protetor solar deve ser redobrada. Verifique com o profissional responsável pelo tratamento, qual o produto mais indicado para seu caso.

Quais são os tipos de pele?

Antes de comprar um protetor solar, você precisa observar o seu tom de pele. Esse passo é fundamental para decidir o fator de proteção que o seu fotoprotetor deve ter.

Além disso, você também deve identificar o seu tipo de pele. Se ainda não sabe qual é o seu, conheça os variados tipos a seguir.

Pele seca

É aquela que não possui brilho e, geralmente, é mais sensível. Esse tipo de pele costuma sofrer descamação com frequência, necessitando de produtos que ofereçam hidratação profunda. A textura do protetor solar para esse caso é o tipo creme.

Pele oleosa

Nesse tipo de pele a produção de óleo é bem grande. Ela se caracteriza pela presença de brilho excessivo e maior propensão a ter acnes e cravos. Se identificou com esse tipo? Então, dê preferência a fotoprotetores em forma de gel ou sérum. Verifique também se no rótulo tem a informação oil free, pois são os mais adequados para você.

Pele mista

Como o próprio nome diz, ela tem características de pele oleosa e seca. Nesses casos o protetor solar indicado é o sérum ou loção oil free para não aumentar a produção natural de óleo.

Pele normal

As pessoas com esse tipo de pele não relatam características marcantes e a oleosidade é controlada. Por isso, os protetores mais indicados são a loção e o spray.

Pele sensível

É caracterizada por intolerância a algumas substâncias e excesso de reações. Para não piorar os sintomas, escolha fotoprotetores sem perfume e que tenham formulação neutra com a textura de loção ou gel-creme.

Como escolher o fator de proteção solar?

Também conhecido como FPS, o fator de proteção solar é a informação de quantas horas você está protegido (dos raios UVA e UVB) usando fotoprotetor.

Quando você escolhe um desses produtos, observe que na embalagem tem a informação FPS e um número logo após. Esse número significa por quanto tempo a proteção oferecida pelo produto será eficiente.

Será necessário um pequeno cálculo nesse momento. Multiplique o FPS por 10 e o resultado serão os minutos de proteção. Por exemplo: FPS 15×10 = 150 minutos (2 horas e meia).

No entanto, o efeito do protetor solar diminui com o passar do tempo de aplicação e com o contato com a água e o suor excessivo. Por isso, deve ser reaplicado após entrar na água e praticar esportes.

Segundo a SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia), o protetor solar deve ter FPS mínimo de 30. Para as crianças, o recomendado é FPS 50 ou 60.

Para as pessoas de pele clara, o FPS mínimo é 60. Já nos casos das pessoas morenas que têm facilidade para se bronzear, o FPS mínimo é 45. E as pessoas de pele negra que não se queimam facilmente, devem usar um produto com FPS mínimo de 30.

Como passar protetor solar de maneira adequada?

Essa etapa é muito importante, pois de nada adianta ter o melhor produto se não sabe como usá-lo. Deve ser aplicado aproximadamente 40 ml de protetor solar em uma pessoa de 70 kg. Espalhe uma colher de chá de fotoprotetor no rosto e pescoço; a mesma quantidade é espalhada na parte da frente e de trás do tronco.

Outra quantidade idêntica a anterior deve ser espalhada em cada braço. Aplique uma colher de sopa de protetor nas partes anterior e posterior de cada perna. Perceba que o consumo de protetor solar é grande, porém, não economize.

Você deve espalhar o produto em forma de creme e loção com movimentos circulares e os que têm textura gel ou sérum são aplicados em sentido único. Já o fotoprotetor em spray é borrifado diretamente sobre a pele e não deve ser espalhado.    

Como você viu, os raios solares são muito importantes para nossa vida. Mas essa radiação afeta a epiderme provocando envelhecimento precoce e câncer de pele, por isso é fundamental saber passar protetor solar da maneira correta. Então, descubra qual seu tipo de pele e escolha o produto mais adequado para você.

E aí, como você cuida da sua pele? Aproveite o momento para deixar seu comentário no post e compartilhar a sua opinião!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agende sua avaliação