Banner

Certamente, você já viu em sites ou até mesmo em revistas que algumas celebridades, como Angelina Jolie e Anitta, fizeram harmonização orofacial. Esse é um procedimento que passou a ser um “queridinho” de muitas cantoras e atrizes. Uma verdadeira tendência, sobre a qual vamos falar neste artigo.

Em algum momento da sua vida, você parou para se olhar no espelho e percebeu que havia alguns detalhes no seu rosto que o deixavam desproporcional? Seja por falhas genéticas, seja pelas rugas de expressão, esse sentimento é bastante comum entre mulheres que se preocupam com a beleza.

A boa notícia é que muitas dessas falhas podem ser facilmente corrigidas por meio de procedimentos estéticos, e um deles é a harmonização orofacial. Quer saber mais sobre ela? Continue acompanhando e aproveite a leitura!

O que é a harmonização orofacial?

Podemos dizer que se trata de um procedimento estético que permite que as pessoas conquistem um equilíbrio da face. Com isso, o resultado é uma aparência bem melhor. Para realizar a harmonização orofacial, os profissionais utilizam várias técnicas, como correções dentárias e preenchimento com toxina botulínica.

Antes de dar início ao procedimento, o profissional avalia completamente as estruturas da arcada dentária e da face dos pacientes. Além disso, ele também ouve a pessoa que está à procura do serviço, pois, assim, consegue entender o que precisa ser melhorando e realizar um atendimento mais personalizado.

Quais os benefícios da harmonização orofacial?

Bom, os benefícios desse tratamento vão muito além da estética e da harmonização do rosto com o sorriso. As vantagens acabam envolvendo, também, as melhorias na saúde da boca dos pacientes, a mastigação, o sono e, claro, a autoestima.

A simetria melhorada auxilia muito na correção da mastigação. Dessa maneira, dores e demais problemas na boca passam a ser evitados, pois tudo isso pode ser desenvolvido graças a uma mastigação incorreta.

Como ela é realizada na prática?

A harmonização orofacial é buscada por pessoas que querem uma correção de estética e funcionalidade de maxilar, mandíbula, lábios, dentes, gengiva, entre outras partes. Vale lembrar que o procedimento é feito sempre levando em consideração a estrutura facial de cada paciente.

Existe todo um preparo antes de iniciar o procedimento em si. Então, os pacientes são avaliados e as estruturas do sorriso, da face e das arcadas dentárias são todas muito bem analisadas, além, é claro, das demais queixas dos pacientes.

Depois de coletar todas as informações que são valiosas para o profissional, ele começa a montar um plano personalizado que, normalmente, mistura tratamentos faciais e dentários com a harmonização orofacial.

É fundamental destacarmos alguns dos tratamentos que podem ser usados nessa harmonização, pois, assim, você fica por dentro de tudo. Confira quais são eles:

  • toxina botulínica: certamente, você já ouviu falar, pois é o famoso botox. Bom, ela é capaz de prevenir e de disfarçar as rugas e marcas de expressão, além de fazer correção dos problemas de sorriso gengival, ou seja, de gengiva em excesso quando a pessoa sorri. A toxina botulínica contribui para a melhoria da simetria entre face e sorriso;
  • ácido hialurônico: é bem parecido com o botox e é muito recomendado para a correção do famoso “bigode chinês”. Esse tipo de ácido é essencial para preencher o espaço entre as células, assim, consegue manter a pele elástica, lisa e bem hidratada, tudo sob medida para a harmonização com o sorriso;
  • bichectomia: essa é uma técnica usada para retirar a gordura da região das bochechas. O resultado desse tratamento é que a face fica mais fina, o que garante uma harmonia bem melhor entre sorriso e o rosto;
  • ácido deoxicólico: essa é uma enzima que o próprio corpo produz, na bile. No nosso corpo, esse ácido é capaz de derreter a gordura, o que permite que as células gordurosas do organismo sejam quebradas e retiradas pelo nosso sangue. Dessa forma, ao ser aplicado no rosto, o ácido vai agir de forma semelhante. Lembrando que é um tratamento indicado para pessoas que tenham as conhecidas “papadas”, ou seja, gordura abaixo do queixo, ou então para quem tem queixo duplo.

No que se diferencia da harmonização facial?

Dentre todos os procedimentos estéticos que existem hoje em dia, a harmonização facial, talvez, seja a mais conhecida. Mas, afinal, o que é? São pequenas modificações que têm o objetivo de equilibrar a estética da face. Normalmente, estão ligadas a correções de algumas marcas de tempo, como as expressões de riso e as famosas rugas. Dentre as opções mais famosas, podemos citar:

  • rinomodelação;
  • preenchimento labial;
  • bioestimuladores de colágeno;
  • emagrecimento facial.

Agora, a harmonização orofacial trata-se de uma subcategoria que está relacionada à harmonização facial, abrangendo os tratamentos que estão ligados à região da boca. Normalmente, os profissionais de estética são procurados para a realização de atividades como correção do sorriso gengival e aplicação de lentes de contato dental.

Para quem é indicada?

Esse procedimento estético é muito indicado tanto para mulheres quanto para homens que tenham o objetivo de:

  • melhorar o contorno da boca, por meio de preenchimento labial;
  • melhorar a linha do sorriso, ou seja, o sorriso gengival;
  • reduzir a papada;
  • volumizar o queixo;
  • delinear o ângulo e o corpo da mandíbula;
  • suavizar as linhas de expressão que são causadas pelo processo de envelhecimento;
  • suavizar o sulco nasolabial, ou seja, o famoso bigode chinês;
  • melhorar o bruxismo;
  • ajudar durante a fase de adaptação de reabilitações protéticas, com aparelhos ortodônticos, implantes, entre outros.

Esses são só alguns dos problemas que podem levar alguém a optar pelo procedimento. Ele consegue esconder assimetrias e proporcionar um aspecto bem rejuvenescido para os pacientes. Vale destacar que alguns resultados podem ser vistos de forma imediata, porém, o resultado final, o paciente consegue avaliar depois de 15 ou até 30 dias após o procedimento estético.

Quais os resultados?

Bom, para saber quais resultados esperar desse procedimento estético, é preciso entender o objetivo do tratamento. Por exemplo, você pode querer aumentar volume dos lábios, ou reduzir o tamanho da parte inferior do rosto.

Por essa razão, é fundamental conversar bastante com o profissional antes de se submeter ao procedimento, pois, assim, o resultado vai ser realmente satisfatório.

Não há dúvida alguma de que a harmonização orofacial garanta ótimos resultados, é exatamente por isso que é um sucesso para aqueles que buscam uma sintonia melhor entre o rosto e o sorriso. Mas, lembre-se: é imprescindível que esse tratamento seja feito por profissionais especializados, para não correr riscos.

E aí, gostou de saber mais sobre esse procedimento estético tão famoso hoje em dia? Quer continuar aprendendo com os nossos conteúdos? É só seguir as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as novidades por lá! Estamos no Facebook, Instagram e no YouTube!


Tratamentos Faciais

Tipos de tratamento

Teste
Tratamentos Faciais

Indicados para prevenir ou combater consequências do envelhecimento cutâneo como, por exemplo, flacidez, rugas, linhas de expressão e mais...

Teste
Depilação a Laser

Acabe com os pelos indesejáveis pelo corpo inteiro. Mesmo os pelos mais grossos e rebeldes podem ser removidos em apenas algumas sessões.

Teste
Tratamentos Corporais

Não podemos nos esquecer de cuidar da nossa maior e mais importante ferramenta para cumprir as atividades do dia a dia: o nosso corpo.