Banner

O bigode chinês consiste em uma marca de expressão que vai surgindo com o passar do tempo na região da face. Ele forma dois vincos, um de cada lado do rosto, que iniciam na base do nariz e vão até a parte lateral da boca. É comum que o bigode chinês ocorra devido à perda natural da elasticidade da pele.

Conforme envelhecemos, as chances desse sinal surgir aumentam consideravelmente. Com o tempo, a pele se modifica e perde o viço, tornando as rugas mais aparentes. No entanto, alguns hábitos também podem potencializar seu efeito, como tabagismo, má alimentação e exposição exagerada ao sol.

Acompanhe a seguir e confira, de vez, o que é bigode chinês e quais são os melhores tratamentos para lidar com a marca de expressão!

Afinal, o que é bigode chinês?

O bigode chinês é uma linha que se forma do nariz ao canto da boca. Naturalmente, a marca surge no rosto a partir dos 30 anos, mas pode aparecer mais cedo, por volta dos 20 anos. O nome médico do bigode chinês é sulco nasogeniano, sendo tanto um fator genético quanto externo.

As dobras nasolabiais ocorrem por conta de expressões faciais repetidas entre a boca e as bochechas. A pele também vai perdendo colágeno ao longo dos anos, ficando mais fina e menos elástica. Por isso, a tendência é de que as marcas se tornem mais evidentes.

Existem outras potenciais causas que podem favorecer o bigode chinês, como:

  • exposição ao sol: os raios UVA e UVB danificam a pele, tornando-a mais seca e menos elástica, o que provoca rugas, alterações de textura e linhas de expressão;
  • perda significativa de gordura, que pode fazer com que as bochechas tenham uma aparência caída;
  • má alimentação, principalmente com excesso de açúcar;
  • falta de hidratação;
  • emagrecimento rápido;
  • privação de sono e noites mal dormidas;
  • flacidez na pele;
  • tabagismo, já que a nicotina atua na produção de colágeno e elastina, fazendo com que a cútis fique mais suscetível às marcas indesejadas.

Felizmente, existem inúmeras opções de tratamentos estéticos que podem amenizar o bigode chinês. Com isso, é possível conseguir uma aparência mais jovem e rejuvenescida, sem que seja necessária uma cirurgia ou a realização de um procedimento invasivo para obter o resultado esperado.

Como saber se tenho bigode chinês?

Reconhecer o bigode chinês é bastante simples: ele forma rugas abaixo do nariz e acima da boca, formando sulcos profundos e bem evidentes. É um fato que o bigode chinês pode surgir ou ser agravado não apenas devido ao envelhecimento natural da pele, mas também por hábitos diários. 

Mesmo que não seja possível barrar o envelhecimento, existem maneiras de prevenir o bigode chinês, como:

  • ter uma boa hidratação, bebendo no mínimo dois litros de água por dia;
  • manter uma alimentação equilibrada e rica em vitaminas A e C, focando no aumento de nutrientes, como enxofre, lisina, ômega 3 e licopeno;
  • consumir carne magra, frutas cítricas, ovos, abacate, beterraba, vegetais de cores verde, vermelha, laranja e amarela.

Para ajudar na prevenção das condições, é interessante também manter uma rotina de limpeza, hidratação e tratamento da pele diariamente. Mas se você já sente incômodos com o bigode chinês e busca por resultados mais rápidos e eficientes, com boa durabilidade, o indicado é buscar por procedimentos estéticos para solucionar o problema.

Quais são os principais tratamentos para bigode chinês?

Felizmente, existem diversos tratamentos que podem ser utilizados em conjunto para tratar rugas e amenizar os efeitos do bigode chinês. Botox, preenchimento, diferentes tipos de peelings, cirurgia, carboxiterapia, entre outros, são algumas opções de procedimentos que oferecem bons resultados

Veja, a seguir, mais sobre cada tratamento indicado para tratar bigode chinês!

Cirurgia

Algumas cirurgias, como o lifting facial, são ideais para rejuvenescer a face, já que elimina rugas, flacidez e o excesso de pele. O procedimento levanta o rosto, ameniza os sulcos existentes e melhora consideravelmente o contorno facial

Para realizar a cirurgia, é importante que o paciente fique de repouso por alguns dias para se recuperar totalmente. As cirurgias são indicadas para pessoas com mais de 40 anos e que já apresentam quadro de flacidez avançado.

Bioestimuladores

Os bioestimuladores são substâncias que estimulam a produção de colágeno e por isso melhoram o aspecto do bigode chinês. Uma vantagem é que os bioestimuladores atuam no reposicionamento da estrutura da face, melhorando os contornos da região.

Em geral, o procedimento é feito com injeções de ácido poli-L-lático, que vem sendo utilizado para o tratamento de rejuvenescimento há alguns anos. Os bioestimuladores se tornaram uma ótima opção para o estímulo de colágeno, já que auxiliam na restauração do contorno e volume facial.

Preenchimento com ácido hialurônico

O preenchimento feito com ácido hialurônico também ajuda a preencher algumas regiões estratégicas do rosto, minimizando o bigode chinês. O ácido hialurônico aplicado com a agulha funciona justamente para corrigir a marca de expressão.

Quando inserido nos pontos certos, a substância atrai água e preenche o espaço entre as células, resultando em uma amenização das depressões da face, como os sulcos formados pelo bigode chinês.

Peeling

Da mesma forma, os diferentes tipos de peelings garantem resultados mais satisfatórios para o bigode chinês. As marcas mais recentes, por exemplo, são facilmente retiradas com os ácidos tricloroacético e o retinoico, geralmente usados em peelings.

O peeling químico também é uma alternativa para o tratamento de marcas mais suaves. O tratamento permite renovar as camadas externas da pele, estimulando o desenvolvimento de colágeno e elastina. 

Mesmo que os peelings sejam bons aliados para rejuvenescer a pele, a recuperação exige certos cuidados, como evitar exposição ao sol, usar protetor solar e manter repouso alguns dias após o procedimento. 

Agora que você já sabe o que é bigode chinês e como tratá-lo, tenha em mente que é fundamental buscar por uma clínica especializada para suavizar as marcas. Atualmente, existem diversas técnicas que podem ser aplicadas para o tratamento da condição, mas a indicação é sempre contar com o auxílio de profissionais especializados.

Gostou do conteúdo? Aproveite a visita e assine a newsletter da GiOlaser para receber todas as nossas novidades diretamente em seu e-mail!


Tratamentos Faciais

Tipos de tratamento

Teste
Tratamentos Faciais

Indicados para prevenir ou combater consequências do envelhecimento cutâneo como, por exemplo, flacidez, rugas, linhas de expressão e mais...

Teste
Depilação a Laser

Acabe com os pelos indesejáveis pelo corpo inteiro. Mesmo os pelos mais grossos e rebeldes podem ser removidos em apenas algumas sessões.

Teste
Tratamentos Corporais

Não podemos nos esquecer de cuidar da nossa maior e mais importante ferramenta para cumprir as atividades do dia a dia: o nosso corpo.