Banner

Entender o que é Corrente Aussie, as indicações estéticas e como é feito esse tratamento são dúvidas de muitas pessoas, principalmente em relação às diferenças no procedimento da corrente russa.

Apesar de as duas possuírem a mesma finalidade, o tipo de corrente e o tempo para se verificar os resultados são diferentes. Por isso, é importante entender mais sobre a Corrente Aussie e quais são os resultados esperados.

Ficou interessado? Então, não perca as orientações deste post!

Afinal, o que é a Corrente Aussie?

A Corrente Aussie é um procedimento clínico e estético em que se utiliza um aparelho para emissão de estímulos elétricos com o objetivo de fortalecer a musculatura, principalmente no processo de contração.

Por meio de eletrodos colocados nos pontos desejados, conforme avaliação do especialista, os estímulos elétricos percorrerão o tecido muscular, que com o passar do tempo estarão mais firmes e menos flácidos.

A diferença entre a Corrente Aussie e a corrente russa é que a primeira utiliza frequências menores e por isso tende a ser menos dolorosa e desconfortável quando comparada ao segundo procedimento.

Quais são as principais indicações clínicas?

A Corrente Aussie, também conhecida por corrente australiana, foi desenvolvida em 2007 pelo Alex Ward, em Melbourne, com o propósito inicial de ajudar na reabilitação de pacientes com lesão muscular.

Outras indicações nesse sentido incluem o fortalecimento da musculatura devido ao desuso, a reeducação motora e a redução de edema, que são situações desenvolvidas após acidentes ou atrofias.

Estudando diversas correntes elétricas para ajudar na recuperação muscular, Alex Ward determinou qual era o valor mais adequado e confortável para o paciente em relação à estimulação nervosa e sensorial.

Além disso, ele idealizou o conceito de burst, que nada mais são do que ciclos que modulam a corrente elétrica para propiciar o resultado mais adequado e tolerável para aliviar as dores e desconfortos do paciente.

Devido à sua potência de estimular o tecido muscular, as indicações para a medicina estética se referem ao fortalecimento da musculatura e redução da flacidez e da fadiga muscular, além da prevenção das lesões.

Como é o procedimento da Corrente Aussie?

Inicialmente, é preciso destacar que a Corrente Aussie/australiana deve ser indicada por um especialista, após uma avaliação do perfil clínico do paciente e das expectativas em torno do tratamento.

Sendo assim, no dia agendado para fazer o procedimento, o profissional fará a calibração da eletroestimulação, considerando as três possibilidades: contínuo, sincronizado e recíproco, bem como o tempo em cada uma delas.

Então, são colocados no paciente, os eletrodos nas inserções musculares das regiões a serem tratadas para conduzir corretamente o estímulo correto e eficiente para, em seguida, iniciar o procedimento.

É importante lembrar que, como se trata de estímulo elétrico, pessoas portadoras de marca-passo, cardíacos, como extremos nos valores da pressão arterial, além daqueles pacientes com problemas renais, não devem fazer esse procedimento.

Entender o que é Corrente Aussie é fundamental para avaliar os benefícios e riscos, as indicações clínicas e estéticas mais recomendadas e quais especialistas podem recomendar essa técnica. Além disso, deve-se optar por clínicas que tenham estrutura física adequada para a realização desses procedimentos.

Gostou das nossas explicações? Então, assine a newsletter e fique por dentro de novidades!


Dicas da GiO

Tipos de tratamento

Teste
Tratamentos Faciais

Indicados para prevenir ou combater consequências do envelhecimento cutâneo como, por exemplo, flacidez, rugas, linhas de expressão e mais...

Teste
Depilação a Laser

Acabe com os pelos indesejáveis pelo corpo inteiro. Mesmo os pelos mais grossos e rebeldes podem ser removidos em apenas algumas sessões.

Teste
Tratamentos Corporais

Não podemos nos esquecer de cuidar da nossa maior e mais importante ferramenta para cumprir as atividades do dia a dia: o nosso corpo.