9 set 2018

Saiba como a criolipólise pode ajudar a queimar gordura abdominal

684      0

O nome pode ser estranho, mas você talvez já tenha ouvido falar dela como a “nova lipoaspiração” ou “lipoaspiração sem cirurgia”. A criolipólise, desenvolvida por cientistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, já se mostrou uma técnica bastante eficaz para queimar gordura abdominal. Esse método consiste basicamente em congelar as células de gordura para que […]

O nome pode ser estranho, mas você talvez já tenha ouvido falar dela como a “nova lipoaspiração” ou “lipoaspiração sem cirurgia”. A criolipólise, desenvolvida por cientistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, já se mostrou uma técnica bastante eficaz para queimar gordura abdominal.

Esse método consiste basicamente em congelar as células de gordura para que sejam eliminadas pelo próprio corpo. Neste artigo, você poderá saber mais sobre o seu funcionamento e indicações.

Como funciona a criolipólise?

O procedimento é realizado com a ajuda de um aparelho específico, que é acoplado à área do corpo a ser tratada. O equipamento produz um vácuo poderoso, que suga a pele e a gordura localizada ao mesmo tempo em que inicia um processo de resfriamento intenso, até chegar a temperaturas negativas, que podem destruir as células adiposas.

Depois disso, o corpo entende que aquelas células, já mortas, não fazem mais parte do organismo e as elimina aos poucos, de forma natural. Por isso, os resultados podem levar até três meses para aparecer. Dor, inchaço e vermelhidão locais são reações comuns após o tratamento, porém tendem a diminuir com o passar dos dias.

Quais são os benefícios?

Uma única sessão de criolipólise é capaz de eliminar de 20% a 25% da gordura local. O procedimento pode ser repetido depois de dois meses, se necessário, de acordo com a avaliação médica. Porém a técnica não deve ser utilizada para manter os resultados alcançados. Para que as gordurinhas não voltem, o paciente deve se apoiar em uma alimentação equilibrada e na prática de atividades físicas.

Quais cuidados devem ser tomados?

A criolipólise pode ser realizada em consultórios médicos ou clínicas de estética. Apesar de não ser uma forma invasiva de queimar gordura abdominal, já que não é um procedimento cirúrgico, deve ser realizada somente por profissionais especializados.

Além disso, é importante saber se o equipamento utilizado é certificado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Se realizada por profissional sem a especialização necessária ou com aparelho inadequado, a criolipólise pode causar queimaduras graves.

Quem pode (e quem não pode) fazer?

A criolipólise é indicada para a eliminação de gorduras localizadas de quem já está no peso ideal — e pode ser eficaz mesmo contra aqueles pneuzinhos que não somem com dietas ou exercícios físicos.

Pessoas com sobrepeso ou obesas não devem fazer o procedimento, que também é contraindicado para quem tem hérnia na região a ser tratada, alta sensibilidade ao frio ou passou por cirurgia há pouco tempo, entre outros casos específicos. Por isso, é fundamental consultar um especialista para uma avaliação prévia.

Agora você já sabe como funciona a criolipólise, seus benefícios e quais os cuidados que devem ser tomados para que ela seja aplicada de forma segura. Sem cirurgia e sem produtos milagrosos: é a ciência a favor de quem precisa perder aqueles pneuzinhos indesejáveis! Queimar gordura abdominal nunca foi tão simples, não é mesmo?

Gostou do conteúdo? Tem alguma dúvida? Então deixe aqui o seu comentário. Teremos o maior prazer em ouvir você!

Agende sua avaliação