Banner

Se você sonha em conquistar um corpo durinho e bem-definido, já deve ter se deparado com o pesadelo da flacidez nas pernas, considerada um das maiores reclamações dos clientes com os médicos e profissionais da estética.

Além da estética, há outro motivo pelo qual você tem toda a razão em se preocupar com a saúde das pernas: os joelhos. Eles são uma das primeiras partes do corpo a serem afetadas com o passar dos anos e os principais responsáveis por garantir boa mobilidade na terceira idade.

Se você já tem essa preocupação, provavelmente percebeu que combater a flacidez não é tarefa assim tão fácil. Foi pensando nisso que elaboramos este post, explicando o que é a flacidez, suas causas e como acabar com elas de uma vez por todas.

Está preparado para desfilar saúde para aonde quer que vá? Então, continue a leitura e descubra como diminuir a flacidez nas pernas!

O que é flacidez?

A flacidez atinge tanto a pele quanto os músculos e tem como principais características o enfraquecimento das fibras colágenas, elásticas e perda do tônus muscular. A incidência é maior entre as mulheres — devido à variação hormonal —, mas os homens também são afetados.

Entre suas causas estão hereditariedade, idade avançada, exposição solar excessiva, sedentarismo, hábitos alimentares inadequados, pouca hidratação, tabagismo, obesidade e perda rápida de peso.

Normalmente, a flacidez ocorre nas pernas, mas pode ser vista nos braços, na região do bumbum e barriga, e esse desenvolvimento dependerá também da predisposição genética e do porte físico da pessoa.

Como reduzir a flacidez nas pernas?

Embora alguns fatores de risco sejam inevitáveis, como o envelhecimento e a hereditariedade, alguns cuidados diminuem a ocorrência da flacidez. Confira!

Cuidar da alimentação

Mudar hábitos alimentares e aderir a uma dieta equilibrada são elementos-chave para conquistar pernas durinhas e torneadas. A ideia é que a alimentação seja rica em frutas, vegetais, proteínas e baixo índice glicêmico.

Preparações com alto percentual de gorduras saturadas e excesso de açúcar devem ser evitadas, já que têm efeito inflamatório nas células e favorecem o aparecimento da celulite e da flacidez.

Em contrapartida, alguns antioxidantes, como as vitaminas C e E, carotenoides e selênio, combatem os radicais livres, sendo conhecidos por diminuírem a firmeza da pele. Portanto, é importante avaliar com os médicos como adicionar esses complementos à vida cotidiana.

Por isso, inclua na dieta grãos, pães e farinhas integrais, aveia, batata-doce e legumes em vez de carboidratos processados. Substitua as gorduras saturadas, como manteiga, por gorduras insaturadas saudáveis ​​para o coração, como o azeite extravirgem e o óleo de coco.

Nozes, abacate e peixes ricos em ômega 3 — como o salmão — também entram na lista das gorduras saudáveis. Escolha fontes magras de proteína, como grão-de-bico, ervilha, aves, peixes, ovos, laticínios com baixo teor de gordura e cortes magros de carne bovina e suína.

Combine esses alimentos com legumes e vegetais frondosos, que melhoram o funcionamento do intestino devido à alta porcentagem de fibras. Procure também ingerir ao menos dois litros de água por dia — isso previne a desidratação e auxilia na eliminação de toxinas pelo organismo.

Por fim, mas não menos importante: sempre que possível, dê preferência para os alimentos grelhados, assados e cozidos em vez de fritos e de preferência orgânicos, que são livres de agrotóxicos.

Fortalecer os músculos

A maneira mais eficaz de combater a flacidez nas pernas é promover um aumento da massa muscular por meio de exercícios físicos de forma frequente, ou seja, pelo menos quatro vezes na semana.

Caminhada, corrida, polichinelos e pular corda são atividades que ajudam a perder o excesso de gordura e a melhorar o contorno das pernas. Há também exercícios específicos para tonificar os músculos que podem ser feitos sem precisar sair de casa. Veja alguns exemplos e saiba como executá-los.

Agachamentos:

  • fique em pé com os pés afastados na largura dos ombros, braços paralelos ao corpo;
  • empurre o bumbum para trás e dobre os joelhos, abaixando-se em uma posição quase sentada;
  • ao mesmo tempo, estenda os dois braços para a frente na altura dos ombros para manter o equilíbrio do corpo;
  • certifique-se de que os joelhos não estão ultrapassando a linha dos pés;
  • volte para a posição de pé, abaixando os braços;
  • faça de duas a três séries de doze repetições.

Levantamento lateral:

  • deite-se sobre o lado esquerdo do corpo, mantendo o cotovelo esquerdo dobrado e a mão esquerda apoiando a cabeça;
  • certifique-se de que a perna direita está paralela à esquerda;
  • apoie a mão direita no chão em frente ao peito e mantenha as pernas retas;
  • mantenha a parte superior do corpo estável, enquanto levanta a perna direita o mais alto que puder;
  • segure a perna no alto por alguns segundos e volte à posição inicial;
  • faça de duas a três séries de 15 a 20 repetições, alternando os lados direito e esquerdo.

Também se recomenda fortemente a musculação, que deve ser feita com acompanhamento de um profissional e adequada aos objetivos de cada um. Nesse caso, procure uma academia que ofereça serviços personalizados ou contrate um personal trainer.

Aposte em tratamentos estéticos

Felizmente, para nossa alegria, existem algumas soluções para a flacidez nas pernas. Hoje em dia, há tratamentos estéticos que prometem reduzir a flacidez nas pernas e em outras regiões do corpo, como a radiofrequência e o Power Shape.

Radiofrequência

Por meio da emissão de ondas eletromagnéticas, a radiofrequência promove a oxigenação dos tecidos e estimula a produção de fibras de elastina e colágeno. Essas são as principais substâncias responsáveis pela sustentação e elasticidade da pele — que têm sua produção diminuída com o passar dos anos.

Os resultados esperados após a finalização do tratamento é um aspecto mais firme e tonificado das áreas tratadas. Por isso é essencial realizar as sessões recomendadas pelo especialista e manter os hábitos alimentares e a prática de exercícios físicos regulares simultaneamente.

Para tanto, é fundamental escolher uma clínica especializada com infraestrutura adequada e pessoal qualificado para utilizar o equipamento de radiofrequência de forma correta e nas condições específicas para o paciente.

Drenagem linfática

A drenagem linfática é um procedimento muito indicado para reduzir as inflamações iniciais que resultam em celulite nas pernas e, consequentemente, ajudam no tratamento da flacidez na região desejada.

A técnica consiste em uma massagem leve, direcionando as toxinas inflamatórias para os vasos linfáticos para que ocorra a eliminação. Após a drenagem é recomendável muita ingestão de água para otimizar o processo.

Apesar da indicação da drenagem linfática ser direcionada à diminuição das inflamações, quando associada a outros procedimentos estéticos, ajuda na amenização da aparência da flacidez das pernas.

Endermoterapia

A endermoterapia pode ser considerada um tratamento para a flacidez nas pernas, porém, atua com adjuvante nesse objetivo. O procedimento atinge camadas mais profundas e deve ser realizado por profissional capacitado.

A técnica é realizada por meio de uma massagem intensa associada a um aparelho que suga as regiões de interesse, melhorando a circulação sanguínea e diminuindo consequentemente os inchaços e as gorduras localizadas.

O ultrassom emitido pelo aparelho também ajuda na eliminação das toxinas e nas quebras das gorduras, melhorando consideravelmente a aparência da pele, após 10 a 15 sessões acompanhadas pelo fisioterapeuta.

Intradermoterapia

A intradermoterapia é uma técnica muito usada para reduzir a flacidez da perna, por isso, tem sido bastante indicada pelos especialistas em estética. Além disso, proporciona resultados animadores para as pacientes.

O procedimento consiste na aplicação controlada por meio de uma agulha fina de substâncias lipolíticas, ou seja, que quebram a gordura. Outros ativos importantes para esse processo são as vitaminas antioxidantes, com a vitamina C além do DMAE (dimetilaminoetanol) e produtos fitoterápicos que apresentam benefícios comprovados para essa indicação.

As injeções, usadas como combinados específicos para o problema do paciente, como no caso da flacidez das pernas, estimulam a produção de colágeno trazendo de volta a uma aparência mais firme da pele.

Neste post você descobriu que a flacidez nas pernas é o resultado da diminuição da produção de elastinas e colágenos pelo organismo e da perda do tônus muscular. Viu também que vários fatores influenciam para o seu surgimento: dentre outros, estão a má alimentação, o sedentarismo, o tabagismo, a obesidade e a perda rápida de peso.

Mas, felizmente, agora você também sabe que existe uma luz no fim do túnel: basta unir uma dieta balanceada à prática de exercícios físicos. Para acelerar o processo, experimente aderir aos tratamentos estéticos como endermoterapia, drenagem linfática, radiofrequência Power Shape, entre outros oferecidos pela GiOlaser a um preço superacessível.

Ficou interessado? Então, curta nossa página no Facebook e saiba mais sobre nossos tratamentos e planos de pagamento!


Dicas da GiO

Tipos de tratamento

Tratamentos Faciais
Tratamentos Faciais

Indicados para prevenir ou combater consequências do envelhecimento cutâneo como, por exemplo, flacidez, rugas, linhas de expressão e mais...

Depilação a Laser
Depilação a Laser

Acabe com os pelos indesejáveis pelo corpo inteiro. Mesmo os pelos mais grossos e rebeldes podem ser removidos em apenas algumas sessões.

Tratamentos Corporais
Tratamentos Corporais

Não podemos nos esquecer de cuidar da nossa maior e mais importante ferramenta para cumprir as atividades do dia a dia: o nosso corpo.