Tratamentos Faciais

Peeling de Diamante

Você sabia que diamante pode ajudar sua pele a ficar mais hidratada, jovem e luminosa? Pois é! O Peeling de Diamante da GiOlaser é um tratamento estético que remove as células mortas das camadas mais superficiais da pele para renová-las a partir de uma microesfoliação.
Tudo isso unido a nossos profissionais e tecnologia permitem que você tenha acesso a este tratamento altamente requisitado na clínica mais próxima a você.
Saiba mais sobre o Peeling de Diamante abaixo e descubra tudo o que a GiOlaser pode fazer por sua autoestima.

O Peeling de Diamante da GiOlaser é um tratamento estético que, a partir de uma microesfoliação, remove as células mortas das camadas mais superficiais da pele no intuito de renová-las. Com técnicas de esfoliação, hidratação, nutrição e tonificação, o procedimento melhora a circulação sanguínea e estimula à produção de colágeno, dando uma aparência mais elástica, suave e fresca, o que também auxilia no processo natural do envelhecimento, suaviza rugas finas e dá viço e luminosidade à pele.

O Peeling de Diamante foi criado em 1996, na Austrália. Seu principal diferencial era uma tecnologia avançada, que se destacava pelas lixas com distintas granulometrias e diâmetros, que podiam ser utilizadas no rosto, pescoço, colo e corpo.

O equipamento utilizado possui diferentes ponteiras de diamante em sua extremidade, as quais são escolhidas de acordo com o problema a ser tratado. As ponteiras menores e intermediárias, indicadas para a região do rosto, fazem uma esfoliação mais delicada, enquanto as maiores com sucção mais intensa agem de maneira mais profunda na pele, sendo ideais para estrias.

Definidos o foco do procedimento e a ponteira adequada, a pele deve ser higienizada, não sendo necessária qualquer anestesia prévia. O profissional realiza movimentos em linha ou círculos com a ponteira, que puxa e comprime a pele contra o diamante, podendo esticá-la com as mãos para permitir que a aparelho trate toda a área. No final da sessão, a pele fica levemente avermelhada e pode descamar um pouco durante alguns dias.

Como a maioria dos procedimentos estéticos, o Peeling de Diamante também requer alguns cuidados antes e depois de sua realização, para que se alcance o resultado almejado.

No período que antecede o início do tratamento é recomendada a interrupção do uso de ácidos, pois eles sensibilizam a pele. O cliente deve informar ao profissional, quais outros tipos de substâncias além do retinóico que está usando, para que não haja comprometimento com o tratamento.

Após as sessões, a pele deve ser limpa com sabonete neutro e é fundamental o uso de filtro solar com fator de proteção mínima 50, além de fórmula hipoalérgica. A hidratação da pele também é importante, pois ela age como fator regenerativo, investir em cosméticos com esta finalidade ou mesmo água termal são excelentes opções e, especialmente no caso da água, pode ser usada sem restrições.

O uso de ácidos poderá voltar à normalidade após sete dias. Se a mulher deseja usar maquiagem, deve optar também pela hipoalérgica.

A partir da terceira sessão, os resultados já podem ser vistos, como a diminuição dos poros e das estrias e a melhora do aspecto de cicatrizes e rugas finas, ou seja, um melhor aspecto da pele de maneira geral.

A técnica causa uma pequena vermelhidão na pele e também pode descamar de maneira bem suave, como resultado da esfoliação. Para evitar qualquer risco, é imprescindível que o procedimento seja realizado por profissionais experientes e capacitados, evitando assim riscos de reações indesejadas.

O procedimento é indicado para o tratamento de pele oleosa, manchas, sardas, acne, cicatrizes de acne, pequenas rugas, poros dilatados e estrias. O Peeling de Diamante também é muito buscado por quem deseja promover o rejuvenescimento facial, pois estimula a renovação da pele e restaura a estrutura da derme.

O benefício mais significativo do Peeling de Diamante é a melhora acentuada da sua pele após uma sessão. Isso porque é uma forma atestada de estimular a produção de colágeno, que é uma substância fundamental que permite que a pele fique elástica e firme, além de controlar o aparecimento de linhas finas de expressão.

Também possui eficácia nas marcas de cicatrizes. O procedimento irá minimizar o aparecimento de cicatrizes de acne e pigmentações. Além de remover cravos, melhora as condições da pele, impedindo que fique oleosa, deixando-a com aspecto mais jovial e suave.

A técnica não é uma boa opção para peles sensíveis ou com rosácea, pois pode provocar ainda mais irritação. Já peles com microlesões e inflamações, como espinhas amareladas, se forem submetidas ao procedimento, correm o risco de aumentá-las ou mesmo espalhar micro-organismos para outras regiões. A região dos olhos não deve ser tratada com sucção e os lábios também não devem receber o peeling.

O peeling de diamante é indicado para todas as tonalidades de pele, entretanto, pede-se atenção para as pessoas com bronzeado, porque como o procedimento visa remover camadas de pele, então a cor do bronzeado será manchada por causa dessa remoção.

Mulheres grávidas podem realizar esse procedimento, mas sempre é indicada a consulta com um médico antes de se submeter a ele, em especial quando o tratamento precisa associar cosméticos ao tratamento com a ponteira.

O Peeling de Diamante ainda é contraindicado para peles com manchas pré-cancerígenas e pessoas que já estão em tratamento contra o câncer. Fora estes casos, os riscos do Peeling de Diamante são nulos e normalmente acontecem quando a técnica é realizada por profissionais inexperientes.

Dúvidas Frequentes

Agende sua avaliação