Banner

Para corrigir imperfeições e melhorar o aspecto da pele, muitas pessoas apostam em procedimentos estéticos e um tratamento facial que está em alta, inclusive por pessoas influentes e celebridades, é a chamada Full Face.

Esse é um procedimento estético popularmente conhecido como harmonização facial, que de forma sutil e minimamente invasivo, é capaz de realizar rejuvenescimento completo do rosto, mas respeitando as características naturais de cada pessoa.

Para entender melhor sobre essa técnica, preparamos este artigo para que você saiba o que é e como funciona Full Face, além de conhecer os seus resultados. Acompanhe!

O que é o Full Face?

Traduzindo para o português, o Full Face significa rosto cheio/completo, onde a técnica aplicada tem como objetivo realizar o preenchimento facial de maneira não cirúrgica. Desse modo, é possível realçar as características naturais já existentes ou oferecer uma correção dos ângulos e alinhamento do rosto, deixando-o mais harmonioso.

Como esse procedimento funciona?

Após uma análise das proporções faciais, considerando os âmbitos horizontais e cervicais, são avaliados os pontos de preenchimentos, iniciando o tratamento nas regiões em que se encontra em desarmonia.

Geralmente, isso acontece a partir do contorno da face, seguindo os próprios padrões de anatomia do cliente, respeitando os ângulos e distâncias para proporcionar simetria e equilíbrio, evitando mudanças radicais e exageros.

Dessa forma, a técnica de Full Face é realizada na própria clinica, podendo ser aplicado anestésico local para oferecer maior conforto ao paciente. Posteriormente, conforme o procedimento utilizado é realizado a injeção de substâncias preenchedoras, com o auxílio de microcânulas ou agulhas.

O tempo de todo o processo de aplicação irá depender das áreas que receberão o tratamento, podendo ocorre em torno de 30 minutos à uma hora de duração.

Quais as principais técnicas utilizadas?

Para realizar o tratamento facial é necessária a utilização de outras técnicas para proporcionar o efeito mais natural e equilibrado. Diante disso, no mercado o que não faltam são procedimentos estéticos conhecidos, sendo que os principais são:

Preenchimento facial – utilizam-se substâncias preenchedoras ou o ácido hialurônico para repor ou aumentar o volume das áreas faciais, oferecendo uma melhor definição dos contornos, principalmente queixo e maças do rosto.

Preenchimento labial – consiste em utilizar o ácido hialurônico para corrigir o formato dos lábios e o tamanho, proporcionando o remodelamento e mais volume para deixar mais redesenhados ou simétricos.

Bichectomia – tem como objetivo remover parcialmente o acúmulo de gordura na região do interior das bochechas, a fim de garantir uma maior suavidade do contorno mandibular e valorização das maças do rosto.

Toxina botulínica – é tratamento onde se aplica a toxina (botox) para suavizar as rugas de expressão e também corrigir ou levantar o ângulo da sobrancelha.

Preenchimento das olheiras profundas e sulcos – para nivelar os sulcos e melhorar as condições que dão origem as olheiras profundas, também são utilizadas técnicas com substâncias preenchedoras, a fim de contribuir por uma maior harmonização facial.

Microagulhamento é um dos métodos complementares que tem como intuito realizar microleões cutâneas para promover a produção de colágeno, de modo a suavizar as cicatrizes e manchas na pele, como também proporcionar mais firmeza.

Quais são os resultados?

Após a aplicação do tratamento facial Full Face, os resultados já podem ser percebidos imediatamente. No entanto, recomenda-se esperar de 15 a 30 dias para que o inchaço diminua e possa ser realizada uma nova avaliação, visto que pode haver a necessidade de eventuais retoques.

No entanto, vale ressaltar que a técnica tem sua duração variável. Para os procedimentos que utilizam a toxina botulínica os efeitos do Full Face podem durar de 4 a 6 meses. Já para outros tipos de preenchimentos o tempo depende de cada caso, sendo que em média pode chegar de 12 a 18 meses.

Como é a recuperação?

Por se tratar de um procedimento não cirúrgico e pouco invasivo, as pessoas que realizam o tratamento com Full Face tem uma recuperação rápida e simples. Contudo, devido ao uso de agulhas, é normal o aparecimento de edema na região e dependendo da técnica utilizada também pode surgir um pouco de vermelhidão. Mas, esses efeitos após o procedimento são temporários, não sendo preciso se afastar do trabalho.

No período de recuperação é importante seguir algumas recomendações, como não realizar massagens faciais e proteger a pele da exposição do sol. Além disso, mesmo podendo retomar as atividades do dia a dia, deve-se evitar exercícios físicos por, pelo menos, dentro das primeiras 48 horas, para não prejudicar a aplicação do tratamento.

Quando e para quem é indicado o tratamento facial Full Face?

A técnica pode ser aplicada tanto em mulheres quanto homens maiores de 18 anos, que tem algum incômodo com a sua aparência facial e deseja melhorar para valorizar suas características naturais ou em decorrência da idade com o surgimento de flacidez e rugas.

Esse tipo de tratamento também é recomendado para compor desarmonias e desproporções em algumas áreas do rosto, como nariz, queixo, mandíbula, supercílios, lábios e maçãs do rosto, mas sem oferecer mudanças radicais.

Quais os principais benefícios da harmonização Full Face?

Para quem deseja realizar esse tipo de tratamento facial pode se beneficiar de uma revitalização equilibrada e completa da face, sendo um dos procedimentos mais atuais no mercado. Mas, além disso, a técnica traz outras vantagens, tais como:

  • diminui os efeitos do envelhecimento;
  • harmoniza o aspecto da face por partes;
  • dispensa intervenção cirúrgica;
  • promove o aspecto natural do rosto;
  • melhora os contornos faciais;
  • oferece um rosto mais simétrico e harmônico;
  • contribui para a autoestima do paciente.

Qual a importância de conhecer o Full Face e realizar com profissionais especializados?

Independentemente do formato da boca, rosto e tamanho das linhas de expressão, é importante conhecer a técnica de Full Face para compreender o que o incomoda no rosto e se é possível ou não amenizar esses aspectos, deixando uma fisionomia mais equilibrada.

No entanto, para garantir os resultados do tratamento é essencial contar com uma equipe de profissionais especializados e capacitados com a técnica, pois além de ter objetivos estratégicos, eles são responsáveis por realizar a análise e compreender a real necessidade do paciente. Dessa forma, a Full Face pode ser associada outras técnicas com tecnologias avançadas e inovadoras, sem deixar de proporcionar bem-estar e segurança para o paciente.

Gostou de conhecer mais sobre esse procedimento? Então assine a nossa newsletter e acompanhe as novidades diretamente em seu e-mail.


Dicas da GiO

Tipos de tratamento

Teste
Tratamentos Faciais

Indicados para prevenir ou combater consequências do envelhecimento cutâneo como, por exemplo, flacidez, rugas, linhas de expressão e mais...

Teste
Depilação a Laser

Acabe com os pelos indesejáveis pelo corpo inteiro. Mesmo os pelos mais grossos e rebeldes podem ser removidos em apenas algumas sessões.

Teste
Tratamentos Corporais

Não podemos nos esquecer de cuidar da nossa maior e mais importante ferramenta para cumprir as atividades do dia a dia: o nosso corpo.