22 abr 2019

Alimentação para treino: saiba o que comer no pré e pós-treinamento

583      0

Diariamente, em busca de mais saúde e boa forma física, cada vez mais pessoas têm sido atraídas por academias, exercícios ao ar livre e lutas corporais. Entretanto, embora manter o corpo em movimento seja importante, o resultado dessas práticas é a soma de outros fatores. Entre eles, está a correta alimentação para treino. Quando o […]

Diariamente, em busca de mais saúde e boa forma física, cada vez mais pessoas têm sido atraídas por academias, exercícios ao ar livre e lutas corporais. Entretanto, embora manter o corpo em movimento seja importante, o resultado dessas práticas é a soma de outros fatores. Entre eles, está a correta alimentação para treino.

Quando o assunto é dieta, muitas dúvidas podem surgir. Quer saber o que comer antes e depois de se exercitar? Continue a leitura e descubra!

Alimentação pré-treino

A nutrição antes do treino é o segredo para que você dê o seu melhor durante o exercício. Ela também garante que você está ingerindo as vitaminas e minerais importantes para a sua saúde e promovendo a prevenção de lesões.

Antes da atividade, é fundamental se certificar que seus estoques de glicogênio estejam cheios. O glicogênio é uma molécula que o corpo usa para armazenar glicose, a fonte preferida de energia das células, e é encontrada nos carboidratos.

Carboidratos

Os carboidratos fornecem ao organismo o combustível certo para os exercícios. Eles são os nutrientes que fornecem calorias que serão convertidas em glicose. Em seguida, essa glicose entra em nossas células musculares e nos ajuda a exercitar por mais tempo.

Proteínas

Além dos carboidratos, também devemos ingerir nessa refeição alguma fonte de proteína, pois ela atua como blocos de construção do corpo.

Durante o exercício, nossas fibras musculares são mais propensas a se romperem. Assim, esses nutrientes são necessários para que elas fiquem mais fortes.

Água

A água é essencial se você quiser se exercitar direito. Tenha certeza que está consumindo a quantidade adequada de água. Você sofre um risco de desidratação durante o exercício se não estiver corretamente hidratado.

Sugestões

Boas opções para essa refeição incluem: 

  • frutas — especialmente a banana;

  • aveia;

  • sanduíches (exemplo: pão integral com ricota, tomate e frango desfiado);

  • batata-doce;

  • ovos;

  • grãos integrais e suplementos alimentares à base de creatina;

  • glutamina ou BCAA recomendados por um profissional.

Horário

A fim de aumentar a performance no treino, experimente fazer uma refeição sólida rica em proteínas e carboidratos entre 1 hora e meia a 2 horas antes de ir à academia.

Infelizmente, nem todos conseguem se alimentar adequadamente com essa antecedência, mas não há problema. Nesse caso, você ainda pode fazer uma refeição rica em carboidratos, a exemplo da banana com aveia, cerca de 30 minutos antes da atividade.

Evite comer imediatamente antes de treinar. Tal atitude não só é capaz de causar desconforto digestivo, mas, também, cria uma espécie de competição no organismo. Pois seu estômago tentará digerir a comida ao mesmo tempo em que você forçará os músculos.

Alimentação pós-treino

A nutrição pós-treino é ainda mais importante. Sua finalidade é fornecer ao seu organismo tudo o que ele precisa para reparar, reabastecer, recuperar e adaptar-se ao estímulo de treinamento que o exercício proporcionou.

O aumento dos músculos acontece quando o balanço proteico positivo consegue ser estabelecido durante a recuperação. Em outras palavras, quando temos matéria-prima suficiente disponível, de modo que não quebre nossas reservas musculares.

O planejamento dessa refeição é uma parte indispensável da sua estratégia de construir músculos e mantê-los.

Carboidratos e proteínas

Nesse momento a proteína não deve ser sua única preocupação, já que durante as sessões de exercício, os carboidratos armazenados podem ser esgotados. Assim, durante o período de pós-treino, precisamos de proteínas e carboidratos, além de um pouco de gordura.

Sugestões

Algumas opções de alimentos nesse momento são:

  • arroz;

  • batatas;

  • ovos;

  • quinoa;

  • macarrão;

  • filé de peixe ou carne magra;

  • peito de frango;

  • iogurte natural;

  • leguminosas;

  • queijo cottage;

  • tapioca;

  • granola e suplementos — como whey protein, caseína ou à base de carboidratos.

Horário

Para a melhor recuperação possível, é recomendado reabastecer o que você perdeu dentro de 30 a 60 minutos depois de treinar.

Não se esqueça que uma alimentação para treino balanceada é essencial na sua qualidade de vida e melhor desempenho. Uma boa dica é fazer acompanhamento com um nutricionista especializado, ele fará um planejamento individual das suas refeições baseado em seus hábitos, horários e estilo de vida.

E aí, gostou do post de hoje? Então siga nossas redes sociais e fique por dentro de outras dicas, estamos no Facebook e Instagram!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agende sua avaliação