Banner

Quem presta atenção no próprio corpo e tem cuidados importantes para mantê-lo saudável, sabe que qualquer aparecimento de marcas ou irregularidade cutânea merece atenção. Por isso, conhecer métodos de como tratar manchas na pele é fundamental para pessoas que priorizam o bem-estar e a sua saúde.

Manchas podem surgir pelo corpo por diferentes motivos. A boa notícia é que existem tratamentos capazes de fazer com que elas desapareçam ou sejam amenizadas consideravelmente. Neste post, você vai conhecer os principais tipos de manchas na pele e os tratamentos mais recomendados para evitar que elas permaneçam. Acompanhe!

Quais são os principais tipos de manchas na pele?

Quando o assunto é como tratar manchas na pele, o primeiro passo é investigar os motivos do aparecimento para encontrar o tratamento mais indicado. Para isso, quem conhece os principais tipos de manchas ganha tempo e agilidade para resolver essa questão.

Confira os principais tipos de manchas na pele e conheça um pouco mais sobre cada uma delas.

Hipercromias pós inflamatórias

O termo Hipercromia faz referência ao excesso de pigmento. Na dermatologia, representa manchas escuras na pele. 

As hipercromias pós inflamatórias aparecem após um processo de inflamação. Acnes, cicatrizes e o uso incorreto de ácidos em procedimentos estéticos podem ocasionar o surgimento desse tipo de mancha.

Também, é importante ressaltar que é mais recorrente em peles morenas e negras.

Melasma

A exposição excessiva e sem proteção adequada ao sol é um dos principais fatores para que as manchas na pele surjam, e no caso do melasma, não é diferente. 

O melasma é caracterizado pelo aparecimento de manchas escuras na pele. Rosto, braços e colo são as áreas mais atingidas pelo problema, que é bastante recorrente em mulheres a partir dos 20 anos. Em grávidas, as manchas são chamadas de cloasma gravídico.

Manchas por atrito

Se ao fazer a barba ou depilar as axilas são percebidas manchas nas áreas que sofreram atrito — seja por lâmina, por tecidos ou ceras — é importante identificar a causa e procurar outros métodos para remover os pelos do corpo. O aparecimento de manchas, nesses casos, pode ser amenizado por tratamentos adequados e hidratação. Além disso, é importante evitar a exposição solar das áreas manchadas.

Quais são os principais tratamentos para manchas na pele?

Para evitar o aparecimento ou amenizar manchas presentes na pele é essencial procurar por tratamentos apropriados e de acordo com as necessidades do indivíduo. Acompanhe os 4 principais tipos de tratamento para combater as manchas na pele.

1. Microagulhamento com Smart Derma Pen

O microagulhamento é um dos tratamentos mais eficazes para clarear a pele. O método diminui as rugas faciais, além de rejuvenescer a aparência. Além disso, pode ser aplicado para outros objetivos, como o combate a estrias e cicatrizes. A aplicação é feita com uma caneta elétrica conectada ao cartucho que produz o agulhamento.

Vale lembrar que o procedimento exige alguns cuidados para que seja feito da forma correta e sem desconfortos para o paciente. Para isso, a aplicação de clareadores deve começar em torno de 1 mês antes do tratamento. Antioxidantes também são importantes nesta etapa e precisam ser aplicados.

Após o microagulhamento, o paciente receberá a indicação de cicatrizantes e medicamentos para amenizar os efeitos de vermelhidão e inchaço, que são normais durante o tratamento.

2. Peeling de porcelana

O nome do tratamento faz referência ao seu resultado: logo após a primeira sessão, já é possível perceber a pele mais uniforme, lisa e brilhante, como uma porcelana. Para realizar o procedimento, são utilizadas máscaras faciais e ácidos.  

Entre os produtos utilizados está uma alta concentração de vitamina D e o ácido hialurônico, excelentes compostos para clarear a pele, além de dar mais elasticidade e suavizar linhas de expressão.

Um dos principais benefícios do peeling de porcelana é que ele não ocasiona a descamação da pele por utilizar ácidos menos agressivos, mantendo a aparência revigorada e iluminada.

3. Peeling químico

O procedimento é feito com ácidos aplicados sobre a pele. Isso faz com que as camadas danificadas sejam retiradas durante o processo de descamação. Ao descamar, a pele é renovada e passa a apresentar uma camada uniforme, elástica e lisa.

No caso das manchas na pele, o peeling químico aplicado no nível superficial é o mais indicado para fazer com que as marcas indesejadas desapareçam. Ainda, o tratamento tem mais dois níveis de aplicação: médio (ideal para acnes e rugas) e o profundo (indicado para lesões mais severas, como cicatrizes).

4. Peeling de diamante

O diferencial deste tipo de peeling é a microesfoliação, um procedimento que remove as células mortas da pele com ponteiras de diamante. Somado às etapas de hidratação, nutrição e tonificação, o peeling de diamante estimula a circulação sanguínea e colabora para uma aparência mais jovial.

O procedimento é aplicado com uma ponteira de diamante em contato com a pele. Ele pode ocasionar descamação e leve vermelhidão após a sessão.

A remoção de manchas é um dos benefícios do tratamento, que também é indicado para quem tem pele oleosa, sardas, acne, rugas e estrias. 

É importante destacar que as manchas na pele podem ter as mais diferentes causas. Por isso, a consulta prévia com especialistas é essencial. Manchas são sinais de que a pele pode estar sofrendo alguma exposição excessiva, mas também podem apontar doenças mais graves, como o câncer de pele.

Se você pretende escolher como tratar manchas na pele e, para isso, o tratamento mais adequado, vá até uma de nossas unidades GiOlaser e faça uma avaliação gratuita.


Dicas da GiO

Tipos de tratamento

Tratamentos Faciais
Tratamentos Faciais

Indicados para prevenir ou combater consequências do envelhecimento cutâneo como, por exemplo, flacidez, rugas, linhas de expressão e mais...

Depilação a Laser
Depilação a Laser

Acabe com os pelos indesejáveis pelo corpo inteiro. Mesmo os pelos mais grossos e rebeldes podem ser removidos em apenas algumas sessões.

Tratamentos Corporais
Tratamentos Corporais

Não podemos nos esquecer de cuidar da nossa maior e mais importante ferramenta para cumprir as atividades do dia a dia: o nosso corpo.